Posts arquivados em: Tag: Paac Rodrigues

Séries & TV 14ago • 2016

O que esperar de Defenders?

Os defensores

Heey como vão? Bem-Vindos ao Lado Nerd da Força!

A alguns dias a netflix liberou um teaser de Defenders, a nova série produzida em parceria com a Marvel, o teaser foi bem simples e deixou bem claro que o time terá em sua composição: Luke Cage, Jessica Jones, Demolidor e o Justiceiro. O teaser você pode conferir aqui:

Defenders é um grupo de heróis inicialmente formado por Hulk, Doutor Estranho e Namor, foi ‘criado’ pelo Doutor Estranho com o intuito de servir como uma associação de heróis que buscavam proteger a terra de ameaças sempre que elas surgiam, porém diferente dos X-mens e dos famosos Vingadores, os Defenders ou Defensores (em bom português) se reuniam apenas nessas ocasiões, não eram um grupo fixo o que possibilitava a entrada e também saída de vários heróis conhecidos. Apesar de nas HQ’s americanas o grupo ter surgido em 1971 com seu próprio quadrinho, aqui no brasil eles só foram conhecidos 5 anos depois, em 1975, e foram introduzidos no quadrinho do Capitão América.

A série produzida pela Netflix, vai trazer apenas os heróis já conhecidos do serviço, e o que podemos esperar dessa série? Além de muitas cenas de luta? Ainda não sei, mas vou listar algumas coisinhas que espero muito ver e claro, torço pra acontecer.

 Uma Jessica diferente.

Quem acompanhou a série da personagem sabe que o final da relação abusiva dela com Kilgrave foi um ponto forte da série, que desde de o início mostrava o quanto ele a deixava receosa e apavorada, alguns acreditam que a morte do personagem possa ter sido mais negativa do que positiva pra série, já que na teoria, seu medo e ódio por Kilgrave era o que a movia, então espero ver uma Jessica 2.0, mais segura, mais livre, e como ela ficou psicologicamente depois de todos os ocorridos.

Menos Vingadores e Mais Realismo.

Apesar de nos quadrinhos os defenders serem um grupo que também combatia seres místicos e se envolviam em destruições de escala mundial, eles também eram mais realistas, pé no chão, procuravam manter a segurança de pessoas comuns, contra crimes comuns. Então espero realmente ver esses personagens agindo contra crimes mais reais, pessoais comuns porém poderosas, na mesma linha que andam seguindo, basicamente, sem na bizarro, mágico ou alien, já que pra isso já temos os vingadores.

O Passado fica no passado ou veremos coisas novas ligadas a ele?

Já sabemos que o universo dos quadrinhos é enorme, e que muitos dos personagens se conhecem a algum tempo e tem alguma ligação, porém nas séries essas relações ou não existem ou ainda poderão ser desenvolvidas (torcendo por algumas), e ai vem algumas dúvidas como: Será que Jessica se resolveu com Luke? O Demolidor realmente vai desenvolver um pouco de visão e como vai ser lidar com isso e ainda lidar com um grupo? Como será a relação dos três com o Justiceiro, que tem métodos diferentes de ‘heroísmo’? Como os personagens secundários (ala Elektra) vão se encaixar nessa união? e etc.

Vale lembrar que antes da série Defenders ser lançada pela Netflix ano que vem, ainda teremos a série do Luke Cage, do Justiceiro e possivelmente a segunda temporada de Jessica Jones. São poucos pontos que abordei aqui, porém acho que é basicamente um bom começo ter essas respostas e formulas e espero muito que a série seja muito, muito boa, merecemos mais séries desse universo e quem sabe dando certo eles não nos fazem felizes e produzem outras?

E você o que espera da série? Já tem uma ideia de como vai ser?

beda-2016

Literaría 25maio • 2016

Dia da Toalha

Dia da Toalha
E eis aqui nossa semana nerd em homenagem a esse universo que a cada dia cresce mais e ganha mais espaço entre os fãs.  O dia 25 de Maio (hoje) é conhecido mundialmente como O Dia da Toalha que nada mais é que uma referência e homenagem ao queridíssimo e amado Douglas Adams o autor da trilogia O Guia do Mochileiro das Galáxias, o dia se tornou um marco pois os fãs resolveram homenagear o autor em 25 de Maio de 2001, o ano que o autor faleceu, então o dia começou como uma forma de recordar o autor.

No dia 25 de Maio de 2006 um grupo de Geeks na espanha resolveu se reunir em orgulho a sua ‘’carteirinha Nerd’’, esse eventou reuniu um número considerável de pessoas que estavam ali não somente pra celebrar mas também para homenagear a saga Star Wars que teve seu primeiro filme lançado em 25 de Maio de 1977.

Muitos fãs não gostam dessa mistura ou não consideram o dia como dia do orgulho do nerd, por isso o dia é mais conhecido e considerado como O dia da Toalha, e mesmo não estando dentro desse pensamento e achar que podemos comemorar tudo ligado a esse universo no mesmo dia acho interessante, principalmente a teoria da Toalha, de acordo com o guia o mochileiro  interestelar pode esquecer quase tudo, exceto sua toalha, que é um item essencial e até mesmo salvador de vidas:

Dia da Toalha
“A toalha é um dos objetos mais úteis para um mochileiro interestelar. Em parte devido a seu valor prático: você pode usar a toalha como agasalho quando atravessar as frias luas de Beta de Jagla; pode deitar-se sobre ela nas reluzentes praias de areia marmórea de Santragino V, respirando os inebriantes vapores marítimos; você pode dormir debaixo dela sob as estrelas que brilham avermelhadas no mundo desértico de Kakrafoon; Pode usá-la como vela para descer numa minijangada as águas lentas do rio Moth.”

Pode umedecê-la e utilizá-la para lutar em combate corpo a corpo; enrolá-la em torno da cabeça para proteger-se de emanações tóxicas ou para evitar o olhar da Terrível Besta Voraz de Traal (um animal estonteantemente burro, que acha que, se você não pode vê-lo, ele também não pode ver você – estúpido feito uma anta, mas muito, muito voraz);

Você pode agitar a toalha em situações de emergência para pedir socorro;E naturalmente pode usá-la para enxugar-se com ela se ainda estiver razoavelmente limpa. Porém o mais importante é o imenso valor psicológico da toalha. Por algum motivo, quando um estrito (isto é, um não-mochileiro) descobre que um mochileiro tem uma toalha, ele automaticamente conclui que ele tem também escova de dentes, esponja, sabonete, lata de biscoitos, garrafinha de aguardente, bússola, mapa, barbante, repelente, capa de chuva, traje espacial, etc., etc.

Além disso, o estrito terá prazer em emprestar ao mochileiro qualquer um desses objetos, ou muitos outros, que o mochileiro por acaso tenha “acidentalmente perdido”. O que o estrito vai pensar é que, se um sujeito é capaz de rodar por toda a Galáxia, acampar, pedir carona, lutar contra terríveis obstáculos, dar a volta por cima e ainda assim saber onde está sua toalha, esse sujeito claramente merece respeito.”

No final das contas o que vale é comemorar e ser feliz com as suas nerdices!

Literaría 22out • 2015

Você sabe o que é ser Otaku?

tumblr_static_otaku_for_life___wallpaper_by_lordsarito-d4x5zaw

Bem-Vindos ao Lado Nerd da Força!

Como eu disse no post passado o mundo Geek/Nerd é bem extenso e cheio de nomenclaturas, na minha opinião ambos tem um significado e representam pessoas e/ou grupos distintos, você ser nerd não significa que é um geek assim como ser geek não é o mesmo que ser nerd, hoje falarei  um pouco sobre outro grupo que a cada dia cresce mais no universo nerd mas tem o seu próprio nome: Os OTAKUS!

Otaku é uma expressão originada no japão, que era usada para designar pessoas consideradas fãs extremistas de um determinado assunto, porém no japão um individuo otaku é considerado socialmente isolado e com poucos cuidados higiênicos o que torna o termo ofensivo. Aqui no Brasil o termo é destinado aos fãs da cultura japonesa, porém é mais usado para as pessoas que são fãs de animes e mangás. Diferente da maioria das informações que vemos na internet o termo OTAKU é utilizado para homens e mulheres, e não, muitos otakus não utilizam o termo OTOME para definir as mulheres, na realidade alguns preferem a não utilização do mesmo.

Kuroshitsuji03

Os OTAKUS apesar de pouco conhecidos são um grupo bem grande, e a cada dia ganham mais visão junto aos nerds/geeks, e diferente do que muitos pensam a maioria que se denomina otaku não é antissocial ou recluso, pelo contrário o número de eventos com foco nesse grupo especifico é bem grande, aqui em brasília até meados de 2012/2013 existiam inúmeros eventos e encontros para a galera otaku, eu mesma já fui organizadora de alguns.

Apesar de todo o espaço que os otakus vem ganhando, poucos sabem o que é ser otaku, o que define um otaku ou confundem o termo utilizado, e pode parecer confuso mas a resposta é um pouco mais simples, se você gosta de animes, mangás, j-pop, j-rock entre outras coisas ligadas a cultura japonesa você pode sim se considerar um Otaku.

Siga o @laoliphantblogInstagram