Posts arquivados em: Tag: Morgan Matson

Resenhas 14out • 2017

Um Verão Para Recomeçar, por Morgan Matson

Um Verão Para Recomeçar é um livro escrito pela americana Morgan Matson, autora best-seller do The New York Times e vencedora do California State Book Award. Lançado em 2017 pela Novo Conceito, o livro conta história de Taylor, uma jovem adolescente que vai passar as férias na casa do lago da família após seu pai ser diagnosticado com câncer em estado terminal. Taylor é como qualquer outra garota. Tem dificuldade de encarar seus medos e escolhe fugir ao invés de lutar, mas estas férias são diferentes. Taylor encontra no lago Phoenix uma chance de concertar os erros do passado e recomeçar sua vida.

A escrita da Morgan é uma delícia. Os diálogos são ótimos e a autora também tem uma boa ambientação, todos os personagens são bem caracterizados e, apesar de ter um fundo triste, a história consegue ser bem positiva. Quando iniciei a leitura fui sem muitas expectativas, não sou uma leitora assídua de YA, costumo inclusive ter um pé atrás com esses livros. Um Verão Para Recomeçar, no entanto, é diferente. Não possui triângulos amorosos, disputas entre garotas e uma protagonista irritante. Taylor é medrosa e com a péssima mania de fugir nos momentos mais cruciais, a forma com que isso é abordado é humana, me fez lembrar um pouco da minha adolescência, todas as inseguranças e medos da protagonista só serviram para me apegar ainda mais a ela, isso é um ponto alto para o livro.

“Foi somente então, quando cada dia que eu passava com ele era contado, que eu percebi o quanto eles eram preciosos. Milhares de momentos para os quais eu não tinha dado o devido valor — principalmente por achar que teríamos milhares de outros…”

A temática do câncer não é colocada em foco na maior parte da história, ela serve mais como um lembrete de como o tempo passa e as coisas estão mudando. Taylor e a família vão aproveitar as últimas férias junto do pai que tem câncer no fígado, os médicos dão para ele no máximo três meses de vida. A família que não era muito próxima, os filhos que eram mais distantes, tudo isso é posto em prova ao longo do livro.

Uma coisa interessante foi ver o pai de Taylor incentivando os filhos a viverem suas vidas e se divertirem, ele mesmo tentava levar tudo na maior normalidade possível e espantar o clima melancólico que vem com a doença. É com esse incentivo que a protagonista acaba sendo obrigada a lidar com um grande erro do passado, que fez com que perdesse a sua melhor amiga e o seu primeiro namorado. Nesse clima de últimas e primeiras vezes somos levados para uma cidade do interior onde tudo é possível.

O romance cresce de um jeito bem lento e tranqüilo, a maior parte da história gira em torno do amadurecimento de Taylor. É mais importante ela aprender a lidar com seus sentimentos, enfrentar suas incertezas e encarar a morte do que se preocupar com garotos. O relacionamento entre ela e Henry é bom porque ajuda os dois. Através do amor eles descobrem uma maneira de lidar com as dores do presente e do passado.

Lucy, a ex melhor amiga, também é uma ótima personagem. Tinha medo de ela ser só uma antagonista, mas ela se mostrou uma ótima pessoa, deixando de lado muitas coisas para ajudar a antiga amiga. Alguns coadjuvantes são bem divertidos, os irmãos da Taylor, os colegas do trabalho, os vizinhos, todos possuem características marcantes que enriquecem a história. Ler Um Verão Para Recomeçar foi um grande alívio, me deixando sempre com um sorriso no rosto.

Nem tudo são flores, afinal a morte do pai da Taylor é inevitável. Chorei em alguns momentos próximos do final onde a mãe e os irmãos têm que enfrentar esse fato. O pai que entra em uma maratona interminável de viver todas as coisas que nunca viveu em pouco tempo, a mãe que tenta deixar tudo perfeito até o fim, o irmão obcecado com as notas e a faculdade, a irmã obcecada pelo ballet, cada um encontrava uma válvula de escape para não encarar a morte.

Assistir isso se desenvolver ao longo do livro foi bonito, e triste, do início ao fim. Caso você não seja fã de YA igual a mim, ou melhor, seja muito fã do gênero, indico demais esse livro. Vai te distrair como toda boa história de verão. Além disso, o livro tem uma leve referência a Um Conto de Duas Cidades de Charles Dickens, como é um dos meus livros favoritos não pude evitar me alegrar com o mimo. Não é um livro sobre câncer ou sobre tristeza, mas sim como viver ao máximo a sua vida sem arrependimentos, ao final você vai se sentir mais motivado a aproveitar sua vida sem se preocupar muito com as bobagens do dia a dia. Sem sombra de dúvidas, um excelente livro.

Gostou da resenha? Então se inscreve na newsletter do blog para acompanhar os próximos conteúdos!

Siga o @laoliphantblogInstagram