Posts arquivados em: Tag: Gail Carriger

Notícias 21dez • 2017

Último livro da série O Protetorado da Sombrinha ganha capa oficial

Se você é completamente apaixonado pela série O Protetorado da Sombrinha da Gail Carriger que nem eu, pode respirar aliviado porque o quinto livro dessa série é real, finalmente.

Foram anos de espera por esse dia, mas ele finalmente chegou. Eu sou uma apaixonada por livros Steampunk e O Protetorado da Sombrinha ganhou meu coração no primeiro livro, quando eu fui apresentada a Alexia Taraboti e sua personalidade teimosa. Quatro livros publicados pela Editora Valentina e eu nunca vou me cansar de revisitar esse universo maravilhoso da Gail Carriger onde todas as criaturas sobrenaturais que amamos convivem em sociedade.

Desde que a série foi lançada pela editora em 2013, o coração dos fãs brasileiros de Gail passaram por uma longa montanha-russa emocional. Em 2014 a editora havia anunciado que o primeiro livro não tinha atingido as expectativas de venda e que, por isso, não seria garantido a publicação da série completa.

Leia mais

Resenhas 08fev • 2015

Alma?, por Gail Carriger

Alma? é um steampunk escrito pela autora Gail Carriger e publicado no Brasil pela Editora Valentina. Primeiro volume da série O Protetorado da Sombrinha, o livro irá nos apresentar à Alexia Tarabotti, uma solteirona de 26 anos, de aparência exótica e um comportamento bem inadequado para a sociedade vitoriana da época.

Na sociedade vitoriana de Gail Carriger, humanos, lobisomens, vampiros e fantasmas convivem em sociedade. Há também o que chamam de “preternatural”, ou seja, pessoas que não possuem alma e, com apenas o toque, podem anular os poderes sobrenaturais de outros seres.

Alma_01

É nessa sociedade que conhecemos Alexia Tarabotti, uma solteirona com uma grande tendência a se meter em confusão. Ao sair por alguns instantes de uma festa, para fazer um lanche, a moça acaba sendo atacada por um vampiro novo – ou seja, recém nascido. E como se isso já não fosse o suficiente, ela consegue matar a criatura, fazendo com que a DAS (Departamento de Arquivos Sobrenaturais) se envolva no incidente.

No meio de toda essa confusão, Alexia acaba se tornando suspeita dos desaparecimentos que tem acontecido em Londres, juntamente com outras situações muito suspeitas. Com isso, a jovem Srta. Tarabotti acaba virando alvo da sociedade sobrenatural, e ao mesmo tempo que precisa manter o controle da sua vida social, ela também precisa descobrir o que realmente está acontecendo.

“Lorde Macon observou-a, com admiração. A srta. Tarabotti podia ter uma visão crítica do próprio rosto sempre que se olhava no espelho de manhã, mas não havia nada de errado com sua própria aparência. O conde só deixaria de notar esse detalhe tentador se tivesse bem menos alma e desejos sexuais. Mas é obvio que ela sempre estragava o momento sedutor ao abrir a boca. Na humilde opinião dele, ainda estava por nascer uma mulher mais irritantemente tagarela”.

Quem acompanha o blog há bastante tempo sabe que sou completamente apaixonada por Steampunk, e com Gail Carriger foi amor à primeira vista. O livro é narrado em terceira pessoa, permitindo que o leitor tenha uma visão completa do universo criado pela autora. Logo nos primeiros capítulos somos introduzidos aos personagens principais da história, e compreendendo melhor a proposta do livro.

Alexia Tarabotti é a minha personagem feminina favorita. Extremamente independente, ela não aceita explicações com poucas palavras e busca se aprofundar em qualquer assunto na qual esteja remotamente envolvida. E isso foi o que fez eu me apaixonar por todo esse enredo. Uma personagem que não aceita “não” como resposta ou não deixa de tomar uma atitude só porque não condiz com a “atitude de uma dama” era tudo o que eu precisava em uma leitura.

Alma_02

Outros personagens também me encantaram, e tornaram a leitura ainda mais animadora. Lorde Maccon, um lobisomem muito mau humorado, mas ao mesmo tempo atraente e inegavelmente sexy, tem uma longa história – não muito amigável – com Alexia. Os dois passam boa parte da história batendo de frente um com o outro, mesmo sabendo que tudo o que os irrita um no outro, é também o que faz com que eles se gostem – secretamente.

O enredo do livro trás tudo o que amamos em uma história. Steampunk, romance, aventura e também mistério. Gostei muito de como a autora conduziu os acontecimentos do enredo em sua narrativa, mostrando a evolução dos seus personagens de acordo com a necessidade da história, e não forçando um romance entre o casal principal.

“Nunca imaginara que encontraria um deles na forma de uma solteirona de personalidade forte demais, vivendo no coração da alta sociedade londrina, acompanhada por duas irmãs tolas e de uma mãe mais idiotizada ainda. Sendo assim, aproveitava todas as oportunidade para lembrar a si mesmo quem ela era, agarrando a mão ou o braço da moça por puro capricho.”

Gosto do fato de Alexia ser uma feminista nata em uma sociedade dominada pelo sexo oposto. Durante a narrativa, é possível ver a personagem ganhando seu espaço e respeito, mesmo tendo que se preocupar com coisas naturais para uma mulher da época, como o casamento, por exemplo. Seu humor sarcástico em contraste com o comportamento “dominador” de Maccon, faz com que tenhamos uma narrativa divertida, envolvente e completamente viciante.

Gail Carriger me conquistou com seu Steampunk, seus personagens e todo o universo vitoriano que criou. Se eu fosse escolher um livro para morar, com certeza seria toda a série de O Protetorado da Sombrinha, e seu enredo original.

É um livro que eu recomendo muito para os leitores que, assim como eu, são apaixonados por Steampunk ou estão à procura de uma leitura diferente, cheia de aventuras e personagens que com certeza vão te conquistar no primeiro capítulo do livro.

Siga o @laoliphantblogInstagram