La Oliphant

La Oliphant

Resenhas

Um Verão Para Recomeçar por Morgan Matson

O livro no Skoob e no Goodreads.

Editora: Novo Conceito
Ano de Publicação: 2017
Número de Páginas: 352
Código ISBN: 9788581636627

Obs: Este livro foi cedido em parceria com a Editora para resenha.

Comprar: Submarino | Livraria Cultura | Livraria Saraiva | Amazon |


Sinopse: A família de Taylor Edwards não é muito próxima – todos estão ocupados demais com seus afazeres –, mas, quase sempre, eles se dão muito bem. Quando o pai de Taylor recebe más notícias sobre a saúde dele, a família decide passar, todos juntos, o verão na casa do lago Phoenix. Fazia cinco anos que eles não passavam o verão naquele lugar, que agora parece bem menor do que antes. E, apesar da tristeza, os momentos em família os aproximam novamente. Além disso, Taylor descobre que as pessoas que ela pensou ter deixado para trás, continuam ali: sua ex-melhor amiga e seu primeiro amor (que está muito mais bonito do que antes). Com o passar do verão, e com os laços quase refeitos, Taylor e sua família tornam-se cada vez mais conscientes de que estão correndo contra o tempo diante da doença de seu pai. Mas, apesar de tudo, o aprendizado que fica é que sempre é possível ter uma segunda chance.

14 de outubro de 2017 14/10/2017 2 Comentários

Um Verão Para Recomeçar é um livro escrito pela americana Morgan Matson, autora best-seller do The New York Times e vencedora do California State Book Award. Lançado em 2017 pela Novo Conceito, o livro conta história de Taylor, uma jovem adolescente que vai passar as férias na casa do lago da família após seu pai ser diagnosticado com câncer em estado terminal. Taylor é como qualquer outra garota. Tem dificuldade de encarar seus medos e escolhe fugir ao invés de lutar, mas estas férias são diferentes. Taylor encontra no lago Phoenix uma chance de concertar os erros do passado e recomeçar sua vida.

A escrita da Morgan é uma delícia. Os diálogos são ótimos e a autora também tem uma boa ambientação, todos os personagens são bem caracterizados e, apesar de ter um fundo triste, a história consegue ser bem positiva. Quando iniciei a leitura fui sem muitas expectativas, não sou uma leitora assídua de YA, costumo inclusive ter um pé atrás com esses livros. Um Verão Para Recomeçar, no entanto, é diferente. Não possui triângulos amorosos, disputas entre garotas e uma protagonista irritante. Taylor é medrosa e com a péssima mania de fugir nos momentos mais cruciais, a forma com que isso é abordado é humana, me fez lembrar um pouco da minha adolescência, todas as inseguranças e medos da protagonista só serviram para me apegar ainda mais a ela, isso é um ponto alto para o livro.

“Foi somente então, quando cada dia que eu passava com ele era contado, que eu percebi o quanto eles eram preciosos. Milhares de momentos para os quais eu não tinha dado o devido valor — principalmente por achar que teríamos milhares de outros…”

A temática do câncer não é colocada em foco na maior parte da história, ela serve mais como um lembrete de como o tempo passa e as coisas estão mudando. Taylor e a família vão aproveitar as últimas férias junto do pai que tem câncer no fígado, os médicos dão para ele no máximo três meses de vida. A família que não era muito próxima, os filhos que eram mais distantes, tudo isso é posto em prova ao longo do livro.

Uma coisa interessante foi ver o pai de Taylor incentivando os filhos a viverem suas vidas e se divertirem, ele mesmo tentava levar tudo na maior normalidade possível e espantar o clima melancólico que vem com a doença. É com esse incentivo que a protagonista acaba sendo obrigada a lidar com um grande erro do passado, que fez com que perdesse a sua melhor amiga e o seu primeiro namorado. Nesse clima de últimas e primeiras vezes somos levados para uma cidade do interior onde tudo é possível.

O romance cresce de um jeito bem lento e tranqüilo, a maior parte da história gira em torno do amadurecimento de Taylor. É mais importante ela aprender a lidar com seus sentimentos, enfrentar suas incertezas e encarar a morte do que se preocupar com garotos. O relacionamento entre ela e Henry é bom porque ajuda os dois. Através do amor eles descobrem uma maneira de lidar com as dores do presente e do passado.

Lucy, a ex melhor amiga, também é uma ótima personagem. Tinha medo de ela ser só uma antagonista, mas ela se mostrou uma ótima pessoa, deixando de lado muitas coisas para ajudar a antiga amiga. Alguns coadjuvantes são bem divertidos, os irmãos da Taylor, os colegas do trabalho, os vizinhos, todos possuem características marcantes que enriquecem a história. Ler Um Verão Para Recomeçar foi um grande alívio, me deixando sempre com um sorriso no rosto.

Nem tudo são flores, afinal a morte do pai da Taylor é inevitável. Chorei em alguns momentos próximos do final onde a mãe e os irmãos têm que enfrentar esse fato. O pai que entra em uma maratona interminável de viver todas as coisas que nunca viveu em pouco tempo, a mãe que tenta deixar tudo perfeito até o fim, o irmão obcecado com as notas e a faculdade, a irmã obcecada pelo ballet, cada um encontrava uma válvula de escape para não encarar a morte.

Assistir isso se desenvolver ao longo do livro foi bonito, e triste, do início ao fim. Caso você não seja fã de YA igual a mim, ou melhor, seja muito fã do gênero, indico demais esse livro. Vai te distrair como toda boa história de verão. Além disso, o livro tem uma leve referência a Um Conto de Duas Cidades de Charles Dickens, como é um dos meus livros favoritos não pude evitar me alegrar com o mimo. Não é um livro sobre câncer ou sobre tristeza, mas sim como viver ao máximo a sua vida sem arrependimentos, ao final você vai se sentir mais motivado a aproveitar sua vida sem se preocupar muito com as bobagens do dia a dia. Sem sombra de dúvidas, um excelente livro.

Gostou da resenha? Então se inscreve na newsletter do blog para acompanhar os próximos conteúdos!

Beatriz Kollenz

Queria ser mesmo uma garota mágica, infelizmente não deu nessa vida. Amo borboletas, mangas shoujo, desenhos animados e livros. Quando não estou voando nas nuvens costumo tocar piano, assistir um dorama ou sentar ao ar livre. Apesar de ser leonina sou muito tímida, a vida é assim, repleta de contradições.

ver todos os artigos »



Deixe seu Comentário


Débora Costa

Débora Costa

Geminiana. Escritora de romances nas horas vagas, mas viciada em séries no dia a dia. Publicitária hiperativa de 9h às 18h. Tem Oasis em todas as suas trilhas sonoras literárias. Prefere o Goodreads ao Skoob. A maluca dos romances de época que ainda vai escrever um livro sobre viagem no tempo.

O que eu estou lendo?

O Príncipe Corvo
Elizabeth Hoyt

@laoliphantblog

Colaboradores

Vinicius Fagundes

ver todos os artigos »

Beatriz Kollenz

ver todos os artigos »

Paac Rodrigues

ver todos os artigos »

Editoras Parceiras

Compre com desconto

Assine nossa Newsletter

Últimos Vídeos