La Oliphant

La Oliphant

Resenhas

Uma Noite Inesquecível por Lisa Kleypas

O livro no Skoob e no Goodreads.

Editora: Arqueiro
Ano de Publicação: 2017
4.5º livro da série As Quatro Estações do Amor
Número de Páginas: 144
Código ISBN: 9788580417302

Obs: Este livro foi cedido em parceria com a editora para resenha.

Comprar: Livraria Cultura | Livraria Saraiva | Amazon |


Sinopse: O Natal está se aproximando e Rafe Bowman acaba de chegar a Londres para uma união arranjada com Natalie Blandford. Com sua beleza estonteante e o físico imponente, ele tem certeza de que a linda aristocrata logo cairá a seus pés. No entanto, seus terríveis modos americanos e sua péssima reputação de farrista deixam Hannah, a prima da moça, chocada. Determinada a proteger Natalie, ela vai tornar a tarefa de cortejar a jovem muito mais difícil do que Rafe esperava. Hannah, porém, logo começa a se importar mais do que gostaria com o rude pretendente da prima. Rafe, por sua vez, passa a apreciar um pouco demais a companhia de Hannah, uma mulher forte e pragmática com um coração doce e gentil. E quando Daisy, Lillian, Annabelle e Evie, quatro amigas inseparáveis que já conseguiram encontrar o homem de seus sonhos, decidem agir como cupidos, quem sabe o que pode acontecer?

Débora Costa
27 de agosto de 2017 27/08/2017 1 Comentário

Lisa Kleypas está na minha lista de romancistas favoritas. Sua série, Hathaways é uma das minhas favoritas e é praticamente impossível você não se envolver com as peculiaridades dos personagens que ela cria. Por isso, quando a Arqueiro lançou Uma Noite Inesquecível, mesmo eu não tendo lido nenhum outro livro da série As Quatro Estações do Amor, eu decidi que não poderia deixar passar a oportunidade de voltar a romancelândia criada por Kleypas. É verdade que o fato do livro ser apenas um conto e o enredo se desenvolver muito rápido me incomodaram muito, mas Uma Noite Inesquecível ainda é tudo o que você espera da Lisa Kleypas e talvez um pouco mais.

Rafe Bowman está em Londres para conhecer Natalie Blandford, uma jovem dama inglesa com quem sua família aspira que ele se case. Porém, com seu comportamento americanizado e a sua terrível falta de modos, fazem com que Hannah, a acompanhante e prima da jovem, acredite que Rafe jamais seria o marido ideal para Natalie.  Com personalidades completamente opostas, Rafe e Hannah acabam convivendo muito mais do que a jovem gostaria e por mais que fosse adequado que eles não se aproximassem, nenhum dos dois consegue resistir a atração que existe entre eles.

Particularmente, eu não gosto nem um pouco de contos. Eu acho que a história acaba não se desenvolvendo da forma que deveria e que os personagens ficam mal construídos. Neste ponto, Uma Noite Inesquecível me incomodou bastante. Primeiro, o enredo não estava focado apenas nos personagens principais, mas também nos personagens que – acredito eu – foram apresentados nos volumes anteriores da série e, com isso, o enredo acabava tendo mais de um plot além do principal, deixando o leitor completamente perdido dentro do enredo. Eu, honestamente, não sabia qual era o foco da autora e nem porque ela desviava tanto do romance entre os personagens principais.

A escrita de Lisa Kleypas não decepciona. Eu gosto muito da forma como ela trabalha os seus capítulos e como, mesmo quando eu me sinto confusa com a história, eu simplesmente não consigo deixar o livro de lado. A forma como ela descreve o ambiente e desenvolve o diálogo entre os personagens envolve o leitor no enredo e faz com que a gente realmente sinta que está vivendo cada linha que ela escreveu. São poucas autoras que realmente conseguem escrever dessa forma – deixo aqui o meu olá para Tessa Dare e Sarah Maclean – e Lisa Kleypas com certeza está entre elas.

O romance é o que a gente já espera em um romance de época, mas confesso que essa é a primeira vez que eu leio um enredo em que o personagem principal é americano – o que eu acredito que tem ficado cada vez mais popular entre as autoras do gênero agora – e isso deu um tom totalmente diferente para a história, afinal, os americanos não tinham aquele ar aristocrata da época, o que, por fim, deixou a leitura ainda mais divertida, principalmente porque Rafe não estava costumado a pedir permissão e ser delicado, então suas cenas eram sempre impulsivas e tinham um certo efeito em Hannah que eu gostei bastante de ver.

Como acontece em todos os contos que eu leio, senti falta de algumas páginas. Eu acredito que Hannah e Rafe, por serem personagens dos quais eu gostei muito, mereciam uma história de amor mais elaborada e desenvolvida com mais calma. Acredito que ambos os personagens tinham uma personalidade com potencial de algo mais. Além disso, quero deixar aqui a minha reclamação por Natalie não ter tido um livro próprio. Por algum motivo, que eu não sei bem explicar, eu adorei essa personagem e queria saber mais sobre ela para conhecer melhor esse lado fearless que ela mostrou nesse livro.

Uma Noite Inesquecível, falando do ponto de vista de quem não leu nenhum outro livro da série As Quatro Estações do Amor, deixa um gostinho de quero mais que nos obriga a correr para livraria e comprar a série inteira. Os personagens de Kleypas são interessantes e possuem peculiaridades que eu não costumo ver outras autoras do gênero trabalharem em seus personagens – e é isso que me faz gostar tanto dos livros dela. Hannah, apesar de ser uma personagem passiva, tem seus momentos heroicos e nos ensina que é preciso ter muita coragem para admitir o que sentimos, mesmo que isso possa nos fazer sofrer depois.

Mais uma vez, Lisa Kleypas fez com que eu desejasse ter todos os livros dela na minha estante. Apesar do enredo ser muito curto, os personagens compensaram a falta de páginas e Lisa entregou os melhores diálogos que eu poderia desejar. Se você, assim como eu, ainda não conhecia a série As Quatro Estações do Amor, acho que Uma Noite Inesquecível pode ser um bom livro para começar.

Gostou dessa resenha?  Então se inscreva na Newsletter do blog para acompanhar os próximos conteúdos.

Débora Costa

Escritora melancólica nas horas vagas, publicitária hiperativa no dia a dia. Viciada em Oasis, uma eterna apaixonada por Beatles. Leitora compulsiva de livros de steampunk. Futura autora de um livro sobre viagem no tempo.

ver todos os artigos »



Deixe seu Comentário


Débora Costa

Débora Costa

Geminiana. Escritora de romances nas horas vagas, mas viciada em séries no dia a dia. Publicitária hiperativa de 9h às 18h. Tem Oasis em todas as suas trilhas sonoras literárias. Prefere o Goodreads ao Skoob. A maluca dos romances de época que ainda vai escrever um livro sobre viagem no tempo.

O que eu estou lendo?

Ligeiramente Perigosos
Mary Balogh

Compre com desconto

@laoliphantblog

Colaboradores

Vinicius Fagundes

ver todos os artigos »

Beatriz Kollenz

ver todos os artigos »

Paac Rodrigues

ver todos os artigos »

Editoras Parceiras

Assine nossa Newsletter

Últimos Vídeos