Resenhas 13dez • 2016

No Limite da Loucurapor Maureen Johnson

O livro no Skoob e no Goodreads.

Editora: Fantástica
Ano de Publicação: 2016
2º livro da série Sombras de Londres
Número de Páginas: 304
Código ISBN: 8568263372

Obs: Este livro foi cedido em parceria com a Editora para resenha.

Comprar: SubmarinoLivraria CulturaLivraria SaraivaAmazon

Sinopse: Uma das autoras mais queridas do público jovem na Inglaterra e nos EUA, e celebridade no Twitter, Maureen Johnson deixa sua protagonista Rory Devereaux No limite da loucura na eletrizante sequência de O nome da estrela. Depois de se envolver no misterioso caso do assassino em série que se fazia passar pelo lendário Jack, o Estripador, espalhando o medo pela capital britânica, a garota é enviada para a casa dos pais em Bristol. Mas ela não pensa duas vezes quando tem uma chance de retornar a Wexford e reencontrar os amigos. Sua volta a Londres, no entanto, revela mais sobre seus próprios poderes do que ela poderia supor e a põe no centro de uma nova – e sinistra – onda de crimes que vêm desafiando até mesmo a polícia secreta que combate os fantasmas na cidade. No segundo livro da trilogia Sombras de Londres, Rory Devereaux precisa enfrentar seus próprios medos e agir antes que seja tarde.

No Limite da Loucura é um mistério YA, escrito pela autora Maureen Johnson e publicado pela Editora Fantástica. É o segundo volume da série Sombras de Londres, e conta a história de Rory, uma jovem americana, mais especificamente de Nova Orleans que se muda para Londres, quando seus pais aceitam um trabalho de professores de uma universidade britânica. Rory passa a estudar em Wexford, um colégio interno histórico no centro de Londres.

Mas a mudança de Rory pra Inglaterra não vai ser tão tranquila assim. Ao mesmo tempo que em que ela desembarca em solo britânico, um serial killer inicia uma onda de assassinatos, inspirada até os mínimos detalhes nos famosos assassinatos de Jack, O Estripador, um assassino misterioso que assombrou Londres no século 19. Pra piorar a situação, Wexford fica bastante próxima dos locais dos assassinatos.

Rory não imagina que vai acabar se envolvendo com esse mistério de uma forma totalmente diferente, quando ela testemunha um possível suspeito. O mais estranho é que ninguém mais viu o tal suspeito. Ela acaba descobrindo que as sombras de Londres esconde muito mais do que aparentam, e que talvez, ela seja a única pessoa que consegue enxergá-las.

sombras-02

Mais uma vez, o resumo no começo da resenha se refere ao primeiro livro da série para evitar os spoilers. O primeiro livro é focado principalmente no mistério desse assassino, e o segundo é mais focado em Rory aprendendo sobre as habilidades misteriosas que ela mesma não sabia que tinha. Então, achei melhor não entregar o enredo do livro logo de cara, sabe?

Como eu já falei, o livro é protagonizado e narrado pela Rory, e a narração dela é uma das minhas partes favoritas do livro. Ela é inteligente, engraçada, e ter ela como narradora tornou a experiencia da leitura muito mais agradável. Eu li os dois livros bem rapidinho e isso reforçou bastante o meu pensamento de que a narração pode fazer ou destruir uma história. Se a narração da Rory fosse diferente, eu acho que eu não teria curtido tanto essa série.

O que logicamente, também quer dizer que a escrita é outro ponto positivo. Essa foi a minha primeira leitura da Maureen Johnson, (fora os contos que ela escreveu para a coletânea As Crônicas de Bane, com a Cassandra Clare) e foi uma ótima primeira impressão. Já tô super afim de ler outros livros dela, e lógico, de continuar lendo os outros volumes dessa série.

sombras-04

Infelizmente, nem só de positivos vive No Limite da Loucura. O maior problema que eu tive com o livro foi o enredo em si. Não sei se consigo explicar direito o porque, mas achei o plot meio devagar. Parecia que nada acontecia, até que de repente ACONTECIAM VÁRIAS COISAS. O enredo hora é parado, hora é cheio de tensão. Acho que o ritmo da história poderia ter sido melhor executado.

Outro ponto negativo pra mim é o aspecto sobrenatural. No primeiro livro, a atmosfera sobrenatural era bem mais presente, enquanto no segundo, parece que ele meio que ficou em segundo plano, dando mais destaque pros dramas pessoais da vida da Rory. Claro que o livro tem que focar nos problemas da protagonista, mas eu gostaria de ter visto mais daquele clima de mistério que me agarrou tanto no primeiro livro.

E o final do livro também me deixou meio chateado. Ficou bem claro que o final é um setup pro próximo livro. Tá, até aí tudo bem. Mas como eu já tinha falado, parece que os acontecimentos que levam a esse final acontecem rápido demais. É o problema do ritmo de novo, as coisas não acontecem, até que elas acontecem todas ao mesmo tempo. Não é o tipo de final que me agrada.

sombras-03

No geral, No Limite da Loucura é uma leitura agradável, apesar de suas falhas. Se não fossem os problemas com o ritmo e a falta da atmosfera sobrenatural, seria uma resenha cinco estrelas. Mesmo com esses pontos, a narrativa e a ótima escrita da Maureen Johnson, e o fato de eu gostar demais da Rory como protagonista, garantem uma nota boa pra esse livro.

E vocês? Já leram algum livro dessa série? Conta pra gente nos comentários!

Vinicius Fagundes ver todos os artigos
24 anos. Formado em Publicidade e Propaganda. Viciado em histórias. Desconhecido mundialmente.

Posts relacionados

Comente com o Facebook

Comente pelo WordPress

1 Comentário

  • […] No Limite da Loucura (Maureen Johnson) […]

  • Siga o @laoliphantblogInstagram