Resenhas 23jun • 2017

Em Águas Sombriaspor Paula Hawkins

O livro no Skoob e no Goodreads.

Editora: Record
Ano de Publicação: 2017
Número de Páginas: 364
Código ISBN: 9788501109941

Obs: Este livro foi cedido em parceria com a editora para resenha.

Comprar: Livraria SaraivaAmazon

Sinopse: Nos dias que antecederam sua morte, Nel ligou para a irmã. Jules não atendeu o telefone e simplesmente ignorou seu apelo por ajuda. Agora Nel está morta. Dizem que ela se suicidou. E Jules foi obrigada a voltar ao único lugar do qual achou que havia escapado para sempre para cuidar da filha adolescente que a irmã deixou para trás. Mas Jules está com medo. Com um medo visceral. De seu passado há muito enterrado, da velha Casa do Moinho, de saber que Nel jamais teria se jogado para a morte. E, acima de tudo, ela está com medo do rio, e do trecho que todos chamam de Poço dos Afogamentos… Com a mesma escrita frenética e a mesma noção precisa dos instintos humanos que cativaram milhões de leitores ao redor do mundo em seu explosivo livro de estreia, A garota no trem, Paula Hawkins nos presenteia com uma leitura vigorosa e que supera quaisquer expectativas, partindo das histórias que contamos sobre nosso passado e do poder que elas têm de destruir a vida que levamos no presente.

É meio triste ler um livro e ter expectativas altas e acabar se decepcionando, sempre ouvi elogios a Paula Hwakins, por causa do livro anterior da autora que é o A Garota no Trem, mas infelizmente a leitura de Em Águas Sombrias não fui tudo pelo que esperei, na verdade acho que a autora tinha uma obra incrível, mas infelizmente faltou alguma coisa.

Na obra vamos conhecer vários personagens, e todos acabam tendo suas vidas entrelaçadas por causa da pequena cidade em que moram. Beckford é uma cidade pequena no interior de Londres, conhecida pelos suicídios no Poço dos afogamentos e também pelos homicídios das bruxas em épocas passadas, e é lá que Jules e Nel Abbott nasceram, cresceram e obtiveram muitas de suas experiências, e também traumas. Jules cresceu e deixou tudo aquilo para trás, inclusive sua irmã mais velha Nel, que permaneceu na cidade, escreveu livros, ganhou prêmios e constituiu uma família com sua filha Lena. Porém tudo muda quando Nel é encontrada morta e Jules precisa voltar a cidade para rever a irmã (agora morta), cuidar de sua sobrinha que a odeia, e compreender o que realmente houve com Nel.

A história toda gira em torno de Nel e seu suicídio, a partir dai vamos conhecendo Jules sua irmã, Lena sua filha, o policial da cidade Sean que mora sua esposa Hellen e seu pai Patrick, e trabalha no caso com a recém-chegada policial Erin e Nickie uma estudante que acredita ser descendente de bruxas. Existem outros personagens, mas ao decorrer da história infelizmente percebemos que estão ali apenas para um completo e não exatamente pra dar sentido, os mais importante já citei e agora começa toda a complexidade da obra. Paula é uma ótima escritora, cada um de seus personagens principais foi bem estruturado e chegam a ser bem criveis, o cuidado com os detalhes é espantoso porque sentimos a necessidade de estar na leitura e cada mudança, cada cena de suspense nos mantém presos ao livro.

“ Sua perda. Me deu vontade de dizer a eles, ela não está perdida. ”

Infelizmente nem tudo é perfeito né? A autora abriu muitas discussões importantes como: O papel da mulher na sociedade, a misoginia dentro das relações femininas, o feminicídio, o que é estupro, o que é pedofilia, e até onde relações sexuais são consentidas ou não. Mas por algum motivo e talvez por ser o primeiro livro escrito pela autora, os assuntos se perderam no excesso de detalhes e acabaram apenas sendo jogados no livro de forma aberta e sem aprofundamento.

O que é engraçado porque a construção de alguns personagens e sua evolução na história e todo o suspense que foi criado até a metade da obra me deixaram uma impressão diferente, Jules por exemplo, chega à cidade natal apenas pela obrigação legal, porém é odiada pela sobrinha e sofre com os fantasmas do passado, mas com o decorrer da história ela revive esses momentos, confronta seus fantasmas e tire de si todo esse peso e dor. Mas em contrapartida temos Lena que se inicia como uma garota mimada e grosseira, mas entre seus altos e baixos ela evolui, melhora um pouco, mas depois decai, e quando digo decai é porque realmente a personagem chega em um nível que mesmo ao final eu não compreendo qual o sentido.

E nesse ponto chegamos a uma outra questão, qual a moral da história? Infelizmente terminei a leitura com uma impressão um pouco distorcida do que exatamente seria a obra, a obra me deixou com uma sessão de impunidade em dois momentos e não foi legal terminar com essa sensação. É meio complicado querer um final feliz numa obra desse estilo e eu aceito isso, mas eu realmente ainda estou tentando compreender o que aconteceu ali e o motivo pelo qual a autora fechou a história daquele modo, faltou uma explicação.

“Os horrores produzidos pela mente são sempre tão piores que a vida real.”

Em Águas Sombrias é um livro que começa muito bem, que flui bem e prende o leitor, mas isso só dura até metade da leitura, a partir disso a história fica lenta e monótona, cheia de detalhes e momentos desnecessários ao enredo de modo geral. E mesmo com um desfecho aceitável senti que algumas motivações ficaram em falta nos momentos mais cruciais, não é uma obra ruim, mas parece que perto do final a autora se perdeu e tomou um rumo que não combina com a premissa incrível que nos é apresentada no início, o que é uma pena.

Gostou da resenha?! Não se esqueça de participar do sorteio.

Em parceria com o Barda Literária, o La Oliphant está sorteando um exemplar do livro Em Águas Sombrias para os seus leitores. O sorteio é válido até 07 de Julho e, para participar, basta você cumprir as obrigatórias do rafflecopter abaixo. Não esqueça de conferir o regulamento do sorteio antes de participar, tá bem?

a Rafflecopter giveaway

1. A promoção é válida ATÉ 07/07, tendo seu ganhador anunciado na fanpage do blog;
2. Este sorteio é realizado através da plataforma Rafflecopter;
3. Para validar o prêmio o ganhador devera cumprir com todas as obrigatorias do Rafflecopter;
4. Ao fim da promoção será sorteado apenas 01 ganhador para todos os prêmios cedidos neste sorteio;
5. A promoção é válida somente para quem tem endereço de entrega no Brasil;
6. O primeiro ganhador terá o prazo de 03 dias para responder ao e-mail que lhe será enviado. Caso não o faça, um novo ganhador será definido;
7. O envio do livro será feito pela equipe do La Oliphant no prazo de 50 dias após o ganhador informar seu endereço;
8. O blog não se responsabiliza por extravio ou atraso na entrega dos Correios. Assim como não se responsabiliza por entrega não efetuada por motivos de endereço incorreto, fornecido pelo próprio ganhador;

Não se esqueça de se inscrever na NEWSLETTER do blog para acompanhar as novidades!

Paac Rodrigues ver todos os artigos
Taurina, apaixonada por Harry Potter e fascinada por serial killers, é estudante de psicologia e mãe de uma cachorrinha linda chamada Neve. Viciada em jogos online, conheceu o amor de sua vida em um jogo e agora vivem juntos em um reino distante, provavelmente lendo algo.

Posts relacionados

Comente com o Facebook

Comente pelo WordPress

10 Comentários

  • Paac Rodrigues
    11 jul 2017

    Um livro bom que podia ter sido maravilhoso, triste realidade kkk.

  • Thaís Dória de Góes
    03 jul 2017

    thaisdoria@live.com

  • Oie
    a autora parece ser muito boa e a história chamou muito minha atenção e olha que não sou fã desse estilo. Muito legal sua resenha, arrasou

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

  • Maria de Lourdes melo
    01 jul 2017

    Estou participando do sorteio e torcendo p ganhar. A garota no trem é maravilhoso. Acredito que este tambem seja.
    Email. Malu_melo26@hotmail.com
    Ig. @malu_melo26
    Canal. Lu melo

  • André
    30 jun 2017

    Oi Paac,
    Li muitas crítica semelhantes sobre esse livro. Parece ser uma opinião unânime, o que me desanima bastante em ler essa obra. Tenho A Garota no Trem, mas ainda não li
    Beijos,
    André | Garotos Perdidos
    http://www.garotosperdidos.com

  • Ana I. J. Mercury
    27 jun 2017

    Parece ser um livro muito forte e com temas profundos, que por mais que no final, não tenha sido tão bem explorada, ainda sim, nos faz pensar mais sobre esses assuntos.
    Fiquei curiosa.
    Se tiver a oportunidade, lerei sim.
    bjss

  • Lilian Farias
    26 jun 2017

    ‘O papel da mulher na sociedade, a misoginia dentro das relações femininas, o feminicídio, o que é estupro, o que é pedofilia, e até onde relações sexuais são consentidas ou não. Mas por algum motivo e talvez por ser o primeiro livro escrito pela autora, os assuntos se perderam no excesso ‘ você está correta, muitos autores fazem isso por puro sensacionalismo, está na moda falar e vende, mas não com aprofundamento, como uma questão social, infelizmente, também capitalizam a dor e a miséria humana.

  • Marijleite
    26 jun 2017

    Olá, já aconteceu comigo de eu pegar um livro que parecia ser muito bom até a metade, e aí ele cair muito até o final. Pelos comentários que tenho visto, infelizmente, você não foi a única a não curtir muito essa história.

  • Roberta Gouvêa
    26 jun 2017

    Olá, tudo bem?
    Eu evito esses livros exatamente por causa disso. Por mais curiosa que eu fique, odeio essa sensação de impunidade, de querer que o livro terminasse de outra forma. Essa capa é linda e fiquei com muita vontade de ler, mas já sei que esse gênero só me deixa estressada hehe
    De qualquer forma, vou participar do sorteio. Vai que o universo quer que eu leia essa obra né hahaha
    Beijos <3

  • Elizabeth de Salles
    23 jun 2017

    Participando.
    elizabethmsalles@hotmail.com

  • Siga o @laoliphantblogInstagram