Resenhas 03jun • 2017

Dez Formas De Fazer Um Coração Se Derreterpor Sarah MacLean

O livro no Skoob e no Goodreads.

Editora: Arqueiro
Ano de Publicação:
2º livro da série Os Números do Amor
Número de Páginas:
Código ISBN: 9788580415292

Obs: Este livro foi cedido em parceria com a Editora para resenha.

Comprar: Livraria SaraivaAmazon

Sinopse: Isabel Townsend não é exatamente o que se espera da filha de um conde. Apesar de ter a pele delicada e de saber se portar como uma dama quando necessário, a jovem também monta a cavalo, conserta telhados, administra a propriedade e cria o irmão caçula desde que a mãe faleceu – tudo isso sem despertar a menor suspeita de que não há um homem sequer para cuidar de sua família. Para o pai dela, que só queria se divertir e gastar dinheiro em jogatinas, pouco importava o que ela fizesse. Porém, quando ele morre, Isabel se vê sem recursos e precisa defender os direitos do irmão, ameaçados pela chegada iminente de um tutor. Assim, não lhe resta saída senão vender sua coleção de estátuas de mármore, o único bem que herdou. Para sorte sua, um especialista em antiguidades acaba de chegar ao condado. Inteligente e sensual, lorde Nicholas St. John é um solteiro convicto que deixou Londres para se livrar das jovens que passaram a persegui-lo desde que foi eleito um dos melhores partidos da cidade. Em poucos dias, fica claro para Nick que Isabel é a mulher mais obstinada e misteriosa – além da mais interessante – que já cruzou seu caminho. Ao mesmo tempo, ao conhecê-lo melhor, a independente Isabel percebe que há homens em que vale a pena confiar. Enquanto eles põem de lado suas antigas convicções, seus corações se abrem para dar uma chance ao amor.

Eu realmente não consigo entender como vocês ainda não estão enlouquecidos e apaixonados pela Sarah MacLean. Depois de ler praticamente todas as séries dela, eu não consigo me imagina mais sem os livros dessa autora na minha estante. Acho que não é nem preciso dizer que eu estou completamente apaixonada pela série Os Números do Amor, não é mesmo? Em Dez Formas De Fazer Um Coração Se Derreter, Sarah tem uma escrita simples e romântica, deixando qualquer leitor suspirando. Seus personagens são construídos cuidadosamente e o romance rouba a cena, fazendo com que a gente deseje estar no lugar de Nick e Isabel.

Dez Formas De Fazer Um Coração Se Derreter é o segundo livro da série e, vai contar a história de Nicholas St, John, o irmão gêmeo do Marquês de Ralston e um grande estudioso de antiguidades. Nick está decidido que o matrimônio não é para ele, porém, quando a irmã de um dos seus melhores amigos desaparece, cabe à ele tentar trazer a moça de volta. O único problema é que Nick não estava esperando encontrar em seu caminho Lady Isabel Townsend, filha de um Conde e uma mulher que tem muitos segredos.

Isabel é uma heroína que, apesar de ser da aristocracia, definitivamente não tem nada de “lady”. Vivendo sozinha desde que seu pai deixara a família para curtir a vida em Londres, Isabel se tornou responsável pela casa, consertando telhados, administrando a propriedade e fazendo o melhor que pode para a criação do irmão – e, tudo isso, é feito sem que ninguém suspeite que sua casa é habitada apenas por mulheres. Quando Nick St. John entra em sua vida, Isabel começa a perceber que talvez exista homens em que ela pode confirar. Mas será que ela também conseguiria resistir aos encantos desse cavalheiro sedutor?

Ah, eu estou levemente abalada pelo romance desse livro. Não vou dizer que foi meu favorito da série, mas realmente me deixou com o coração apertado, suspirando pelos cantos da minha casa. Eu gosto muito da ideia de um herói que não seja um libertino e de uma heroína que consegue se virar muito bem sozinha, e acho que a Sarah construiu muito bem essa ideia na história de Nick e Isabel. Dois personagens que tinham seus próprios receios, mas que encontraram um no outro uma forma de viver a vida com amor e a felicidade que ambos mereciam.

Dez Formas De Fazer Um Coração Se Derreter tem um enredo cliché, eu não vou mentir. Provavelmente esse vai ser o livro favorito de poucas pessoas, mas isso não desmerece a leitura do mesmo, nem um pouco. No segundo volume da série Os Números do Amor, Sarah buscou explorar o amor romântico de personagens que não estavam buscando alguém para suas vidas, e acho que ela conseguiu fazer isso muito bem ao longo dos capítulos. As interações de Nick e Isabel são sempre muito divertidas e carregadas de situações inusitadas e cheia de tensão sexual. Como é que você não fica presa a uma leitura dessas, não é mesmo?

Eu gosto de como Isabel é uma personagem forte e empática. Ela consegue facilmente se colocar no lugar do outro e tentar sempre encontrar a melhor solução. O relacionamento dela com as garotas que moram na Casa de Minerva é interessante, principalmente quando você percebe que elas criaram um mundo para si onde não há desigualdade, onde a sua origem ou a sua história simplesmente não importam. A ideia de saber que uma aristocrata, filha de um Conde, abriu as portas da sua casa para outras mulheres, independente da história delas, é simplesmente fascinante. Sororidade é uma palavra muito bem expressada nesse livro.

Eu gostei muito do romance de Isabel e Nick, mas ele não foi tão impactante quanto o romance de Calli e Gabriel, no primeiro livro dessa série. Eu acho que por ambos serem personagens passivos em suas histórias, os conflitos entre eles não eram muito complicados e, rapidamente eles encontraram uma forma de fazer com que o relacionamento funcionasse. Ainda assim, vê-los se apaixonar foi muito bonito, principalmente porque Sarah MacLean consegue escrever de forma com que o leitor consiga sentir exatamente o que os personagens sentem e, só isso, já fez todo o romance do livro valer a pena.

Dez Formas De Fazer Um Coração Se Derreter é aquele romance perfeito para quem está procurando apenas um livro para se distrair. Com personagens divertidos e situações completamente inusitadas, Sarah MacLean nos dá uma história de amor que consegue amolecer o coração de qualquer pessoa, mesmo aquela que ainda não tenha se aventurado em um romance de época. Acredito que, se você ainda não se aventurou nos livros da autora, a série Os Números do Amor é realmente uma boa escolha para começar.

Gostou dessa resenha? Então não deixe de conferir outros livros da Sarah MacLean resenhados no blog!

Débora Costa ver todos os artigos
Escritora melancólica nas horas vagas, publicitária hiperativa no dia a dia. Viciada em Oasis, uma eterna apaixonada por Beatles. Leitora compulsiva de livros de steampunk. Futura autora de um livro sobre viagem no tempo.

Posts relacionados

Comente com o Facebook

Comente pelo WordPress

10 Comentários

  • Paac Rodrigues
    19 jun 2017

    debs <3

    A história me soou boa até tu falar que eles são passivos kkk naam gente gosto da paixão e da doideira kk manda a autora animar esses casais ai kk.

  • Jéssica Melo
    10 jun 2017

    Olá Débora, eu ainda não tive chance de ler nada da autora, mas pelos seus comentários sem duvida preciso ler em breve *-* Adorei conhecer esse livro e saber que a protagonista é uma mulher forte.

  • Olá, tudo bem? Eu sou DOIDA pela autora HAHAH adoro as histórias dela, principalmente a outra série e ainda estou para ler os dois últimos desta. Já irei com bastante expectativas de ótimas histórias. Ótima resenha e adorei os pontos levantados <3 Adoro personagens divertidos.
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

  • Marcia
    07 jun 2017

    Pois é menina!
    Já ouvi tantas criticas boas em relação a essa autora e sempre que me deparo com mais uma embora de livros diferente anoto e acabo esquecendo.
    Eu lia bastante romances antes, mas acabei me desinteressando por serem tão previsíveis. Vou anotar novamente e assim que acabar esse meu momento de revolta ter indicação de um bom romance.
    Ótima resenha.
    Bjs

  • Marijleite
    07 jun 2017

    Olá, eu amo romances de época!
    Já li e gostei de Dez Formas De Fazer Um Coração Se Derreter, acho que todos os personagens, mesmo os secundários, foram interessante, e gostei especialmente da forma como Isabel acolhia outras mulheres.

  • Mari
    06 jun 2017

    Eu amo Sarah MacLean, acho que li quase todos os livros dela e fiquei super feliz que tanto a Arqueiro quanto a Gutenberg estão publicando as obras dela por aqui.
    Eu ainda gosto mais da série O Clube dos Canalhas dela, mas amo tudo o que eu já li.
    Beijos
    Mari
    http://www.pequenosretalhos.com

  • Fabiana
    06 jun 2017

    Olá Debora, tudo bem?
    Eu amo romances de época e acho essa serie maravilhosa. Amei essa leitura, mas o primeiro Nove regras a ignorar ainda é meu favorito. Gostei muito como a Isabel Townsend foi elaborada, mulher forte, destinada. E lorde Nicholas St. John é o sonho de toda mulher né? kkkk Amei a sua resenha. Beijos

  • Roberta Gouvêa
    05 jun 2017

    Olá 🙂
    Faz algum tempo que não leio romance de época e me deu muita saudade, ainda mais com essas fotos fofas. Ainda não li nada da Sarah Maclean e essa série parece ser bem fofa, talvez eu comece por ela. E gostei do casal também, gosto de mocinhas obstinadas e independentes. Beijos <3

  • Francisca Elizabete Bezerra dos Santos
    05 jun 2017

    Isabel Townsend parece ser uma mulher destemida e corajosa já que seu pai é um beberrão e mulherengo! Mas com a morte dele as coisas ficam mais complicadas, já que tem seu irmão menor!! Ainda bem que ela conhece o lorde Nicholas St. John, e juntos irão descobrir que ambos estavam errados sobre suas antigas convicções!! Ansiosa para ler!!

  • Karine Fernandes
    03 jun 2017

    Aí tivemos a mesma opinião sobre o livro voce bem sabe amiga. O segundo não é meu favorito. Nem de longe. Mas é uma leitura muito valida e gostosa. Acho que minha ordem é primeiro, terceiro e aí o segundo. Amei amei. Suas fotos tbm estou babando.

    Beijos Duquesa.

  • Siga o @laoliphantblogInstagram