La Oliphant

La Oliphant

Resenhas

A Aventura do Estilo por Henry James e Robert Louis Stevenson

O livro no Skoob e no Goodreads.

Editora: Rocco
Ano de Publicação: 2017
Número de Páginas: 272
Código ISBN: 978-85-325-3053-0

Obs: Este livro foi cedido em parceria com a editora para resenha.

Comprar: Livraria Cultura | Livraria Saraiva | Amazon |


Sinopse: A aventura do estilo reúne pela primeira vez no Brasil a aparentemente improvável correspondência entre dois dos maiores nomes da literatura de língua inglesa, donos de estilos e personalidades um tanto díspares: o americano Henry James (1843-1916) e o britânico Robert Louis Stevenson (1850-1894). Partindo das divergências, o diálogo revela um interesse compartilhado pelo ofício do texto e se desdobra em uma troca de cartas pessoais que duraria até a morte de Stevenson. O resultado é uma ode à amizade e uma singular, rica e saborosa discussão poética que toca em questões centrais sobre a escrita às vésperas do século 20, sobretudo no que diz respeito aos modos de entender o realismo e a natureza da ficção. Com organização e tradução de Marina Bedran, o volume inaugura a coleção Marginália, que revelará aspectos menos conhecidos de alguns dos maiores escritores modernos a partir da reunião de cartas, bilhetes, ensaios, artigos e outros textos. A curadoria da coleção ficou a cargo do jornalista Miguel Conde.

20 de julho de 2017 20/07/2017 2 Comentários

A Aventura do Estilo é um livro da coleção Marginália, publicada pela Rocco que busca trazer para o público textos que muitas vezes são renegados no universo literário. Repleto de ensaios e correspondências trocadas entre Henry James e Robert Louis Stevenson, dois gênios da literatura inglesa, A Aventura do Estilo é um livro cheio de insights para quem é fã dos autores.

Henry James nasceu em Nova Iorque em 1843 e foi naturalizado britânico. Henry não era o único talentoso da família, seu pai era um grande teólogo e seu irmão foi um dos fundadores da psicologia. Sua obra literária conta com vários livros, entre eles A Volta do Parafuso, Daisy Miller e Retrato de uma Senhora. Já Robert Louis Stevenson nasceu em 1850 na Escócia. Sempre possuiu uma saúde frágil, o que impediu de seguir as vontades do pai de estudar engenharia.

Cursou direito como a maioria dos escritores da época (Henry James seguiu o mesmo caminho), e iniciou a carreira que o consagraria como um dos maiores escritores britânicos. Robert foi uma espécie de best-seller do seu tempo, suas obras eram publicadas em diversos países, chegou a sofrer com a pirataria de seus romances nos Estados Unidos e teve de lidar com uma fama que não lhe agradava. Foi o autor dos celebres O Médico e o Monstro, A Ilha do Tesouro e As Aventuras de David Balfour. Ambos cultivaram uma amizade longeva que só cessou com a morte de Robert em 1894.

A correspondência entre os dois se iniciou em por volta de 1884 graças aos dois ensaios que abrem o livro. Henry James publicou o ensaio A Arte da Ficção e causou um grande burburinho na roda literária da época. No ensaio, James discorre sobre a importância da literatura como arte e no dever do escritor. O autor expõe suas opiniões sobre a importância das narrativas centradas no psicológico do personagem, na profundidade dos livros e cita diversos autores, entre os nomes citados figurava o de Robert Louis Stevenson.

Logo após a publicação de A Arte da Ficção, Robert Louis publicou um ensaio resposta na mesma revista refutando alguns apontamentos feitos por Henry James. Robert não desacreditava da arte da escrita, mas via a importância dela também em entreter e fomentar a imaginação e a vida dos leitores. Ambos eram escritores conhecidos e respeitados na época, porem de formas completamente distintas. James era um escritor considerado culto enquanto Robert era muitas vezes renegado ao posto de autor de entretenimento. Tais diferenças artísticas serviram para aproximar os escritores, que iniciaram sua correspondência para discutir sobre sua profissão.

O livro é um pouco cansativo se você não é familiarizado com os autores. Como leitora de um único livro de cada escritor, me senti um pouco perdida no mar de recomendações e citações literárias. Ambos os escritores mandavam manuscritos e pediam a opinião do outro, discutiam e indicavam livros de outros escritores e conversavam sobre a vida. Algumas cartas são mais interessantes que outras. Robert era apaixonado pelo trabalho de Henry James e a premissa era recíproca. Em algumas cartas um se ocupa de exaltar o último trabalho do outro, em outras, James se preocupa com a saúde frágil do amigo.

O que eu mais pensei durante a leitura foi sobre o futuro dos livros de correspondência. Será que teremos compilado de mensagens do Whatsapp e do Twitter entre outros autores? Quem pensa em se tornar escritor também vai achar o livro interessante. Apesar de ser exaustivo, o livro me trouxe uma porção de histórias boas sobre dois grandes escritores. Os ensaios também nos levam a pensar sobre a importância da literatura e sobre a distinção entre os romances experimentais e artísticos, e os romances de gênero e entretenimento. A edição da Rocco conta com um trabalho gráfico bem bacana na capa, se você está procurando um livro de não ficção para passar o tempo recomendo A Aventura do Estilo, mas antes é bom ler alguma obra dos escritores para saber bem onde você está se aventurando. Ambos são excelentes e você não vai se arrepender.

Gostou dessa resenha? Então se inscreve na nossa NEWSLETTER para acompanhar as novidades do blog!

Beatriz Kollenz

Queria ser mesmo uma garota mágica, infelizmente não deu nessa vida. Amo borboletas, mangas shoujo, desenhos animados e livros. Quando não estou voando nas nuvens costumo tocar piano, assistir um dorama ou sentar ao ar livre. Apesar de ser leonina sou muito tímida, a vida é assim, repleta de contradições.

ver todos os artigos »



Deixe seu Comentário


Débora Costa

Débora Costa

Geminiana. Escritora de romances nas horas vagas, mas viciada em séries no dia a dia. Publicitária hiperativa de 9h às 18h. Tem Oasis em todas as suas trilhas sonoras literárias. Prefere o Goodreads ao Skoob. A maluca dos romances de época que ainda vai escrever um livro sobre viagem no tempo.

O que eu estou lendo?

O Príncipe Corvo
Elizabeth Hoyt

@laoliphantblog

Colaboradores

Vinicius Fagundes

ver todos os artigos »

Beatriz Kollenz

ver todos os artigos »

Paac Rodrigues

ver todos os artigos »

Editoras Parceiras

Compre com desconto

Assine nossa Newsletter

Últimos Vídeos