Mangás & Animes Resenhas 18mar • 2017

Arakawa Under the Bridgepor Hikaru Nakamura

O livro no Skoob e no Goodreads.

Editora: Panini
Ano de Publicação: 2016
Número de Páginas: 180

Comprar:

Sinopse: Ric é um jovem bem-sucedido, e Nino, uma bela garota sem-teto. Às margens do rio Arakawa, os dois se envolvem numa estranha relação, que mudará completamente a vida de Ric. Pela primeira vez no Ocidente, esta é uma obra neossensorialista recheada de metáforas irônicas e humor ácido. Afinal, é uma comédia...? Ou não?

Resolvi fazer uma coisa diferente e dessa vez vou falar de um mangá que está em lançamento aqui no Brasil. Arakawa Under the Bridge está completo no Japão com 15 volumes, aqui no Brasil a série está no seu quinto volume e tem publicação bimestral.

A série de autoria da incrível Hikaru Nakamura, já conhecida pelo mangá Saint Onii-san,  saiu na revista seinen Young GanGan. Aqui temos a história de Ichinomiya Kou, herdeiro de uma mega corporação que cresceu a vida toda com apenas um objetivo: nunca dever nada para ninguém. Conhecido por ser perfeito em tudo que faz, Kou acaba em uma situação bem inusitada ao cruzar a ponte sobre o rio Arakawa.

Depois de ter suas calças roubadas ele cai no rio e é ajudado por Nino, uma jovem que diz ser uma alienígena venusiana. Para não ficar devendo nada ele aceita se relacionar com ela e passa a viver debaixo da ponte. Kou recebe o nome de Ric e conhece toda a trupe que mora debaixo da ponte, uma coleção de pessoas estranhas e nenhum um pouco previsíveis.

Depois de toda essa sinopse já dá pra perceber que Arakawa não é um mangá normal. Focado na comédia nonsense, vemos várias rapsódias absurdas repletas de um humor fino e inusitado. Aqui temos um homem que afirma ser um Kappa, mas na verdade não passa de uma pessoa fantasiada, temos um estrangeiro vestido de freira que afirma ser um ex-soldado, temos um ex-executivo que está condenado a andar para sempre sob uma linha branca.

Posso continuar até amanhã descrevendo o absurdo que cerca os moradores dessa “cidade” maluca debaixo da ponte.

O que mais me atraiu em Arakawa não foi o humor, mas sim o subtexto escondido por de trás de toda a comédia. Não demora muito tempo para descobrirmos que todas aquelas pessoas sem teto estão profundamente quebradas, viver naquele mundo a parte da sociedade foi à forma que eles encontraram para continuar em frente.

Ric também muda com o andar da história, ele aprende a confiar nas pessoas, a ser mais humilde e aprende sobre o amor (algo que nem ele e Nino conheceram durante a vida). Por detrás da trama vemos várias críticas sociais, reversão de conceitos intricados na nossa sociedade e isso é que faz o mangá ser tão interessante.

Você tem aqui uma comédia muito divertida, mas nenhum pouco boba. Arakawa conta com duas adaptações: uma em anime e outra em live action. Indico você a correr atrás dos volumes e acompanhar o lançamento, a edição da Panini está linda e conta com as páginas coloridas do original. Cabe aqui comentar que as capas da série são um show a parte!

Gostou da resenha? Não deixe de seguir o blog no Facebook para acompanhar as novidades!

Beatriz Kollenz ver todos os artigos
Queria ser mesmo uma garota mágica, infelizmente não deu nessa vida. Amo borboletas, mangas shoujo, desenhos animados e livros. Quando não estou voando nas nuvens costumo tocar piano, assistir um dorama ou sentar ao ar livre. Apesar de ser leonina sou muito tímida, a vida é assim, repleta de contradições.

Posts relacionados

Comente com o Facebook

Comente pelo WordPress

3 Comentários

  • Fernanda
    28 mar 2017

    Acredita que eu nunca li um mangá na minha vida? O pior é que eu gosto bastante de animes, acho que não fim das contas eu não achei um que fosse me prender realmente 🙂
    Enfim, eu gostei bastante desse que resenhou, acho que darei uma chance.

    Bjs!

  • Maria Luíza
    20 mar 2017

    Olá, tudo bem?
    Eu não sou muito fã de mangás e, mesmo sua resenha tendo sido positiva e me deixado um pouco curiosa, acho que não teria muita paciência de acompanhar. Ainda mais considerando que serão 15 volumes.
    De qualquer forma, gostei bastante da sua resenha e acredito que, para quem gosta de mangás, é uma ótima indicação, até pelas críticas escondidas e do humor inteligente.
    Beijos!

  • Rodrigo Costa
    19 mar 2017

    Aaaah, super curti a indicação. Tô meio parado com mangás e acumulado indicações. Mas é a vida, nós leitores somos eternos acumuladores ahaaha.

  • Siga o @laoliphantblogInstagram