La Oliphant

La Oliphant

Lista

Quatro Releituras de Contos de Fadas que vocês precisam conhecer

Vinicius Fagundes
24 de outubro de 2017 24/10/2017 0 Comentários

Se tem uma coisa que parece que os filmes, séries e livros sempre vão ter como fonte de inspiração, essa coisa são os contos de fadas. Sem nem mencionar os filmes da Disney, é praticamente impossível listar todos os exemplos em que Hollywood se inspirou nos contos de fadas para criar novas versões. Once Upon a Time, Terra do Nunca, os filmes de Alice no País das Maravilhas dirigidos pelo Tim Burton, os exemplos são praticamente infinitos. Apesar de que vale mencionar que nem todos esses exemplos são necessariamente bons.

Pensando nisso, nós resolvemos juntar alguns desses exemplos que vocês talvez não conheçam, sendo eles filmes, séries ou livros. Nós tentamos trazer exemplos que fizessem coisas diferentes com os contos de fadas, então nessa lista não vão estar os filmes da Disney por exemplo, nem a série Once Upon a Time, até porque você com certeza já ouviu falar deles.

1 – Crimson Bound

Vamos começar essa lista com um livro. Crimson Bound é da mesma autora de Beleza Cruel, Rosamund Hodge, que é outra releitura de um conto de fadas. Crimson Bound é inspirado em Chapeuzinho Vermelho, e pelas resenhas que eu li, consegue levar o conto de fadas para lugares completamente novos. Eu ainda não li os livros da Rosamundo Hodge, mas fiquei muito interessando em Crimson Bound.

Crimson Bound conta a história de Rachelle, uma jovem que anos atrás era aprendiz de sua avó, e treinava para proteger o reino das força do mal. Mas Rachelle em um momento de fraqueza cometeu um erro terrível. Afim de se redimir por esse erro, Rachelle dedica sua vida a lutar contra criaturas mortíferas. Mas o rei ordena a Rachelle que proteja seu filho, Armand. Com a ajuda de Armand, que ela odeia, Rachelle descobre uma conspiração, magias ocultas, e um amor que pode ser a ruína dos dois.

2 – Avengers Grimm

Quem é vidrado em filmes, principalmente filmes ruins, já deve ter esbarrado em algum filme do estúdio The Asylum, conhecido por produzir versões, digamos assim, mais capengas de blockbusters de Hollywood. Pois em 2015, The Asylum resolveu matar dois coelhos com uma cajadada, e produziu um filme que seria a junção do sucesso esmagador Os Vingadores, e da série Once Upon a Time. E foi assim que o maravilhoso desastre Avengers Grimm nasceu.

Avengers Grimm segue um time formado pelas princesas dos contos de fadas mais famosos: Branca de Neve, Rapunzel, Cinderella, etc, tentando impedir que Rumpelstiltskin consiga dominar o mundo (e por algum motivo, o filme se passa no nosso mundo, e não em um mundo de conto de fadas. Mas enfim). O filme é uma obra prima de efeitos especiais ruins e um plot que não faz nenhum sentido, e é uma ótima recomendação para aqueles que como eu adoram esses filmes b de péssima qualidade.

3 – Grimm

Falando um pouco sobre séries (e eu não vou falar sobre Once Upon a Time, porque eu simplesmente não tenho paciência pra essa série), Grimm veio naquela época em que Hollywood ficou meio que obcecada com contos de fadas por alguns anos, e parecia que toda semana era anunciado algum projeto baseado em algum conto de fadas. Eu nunca fui tão ligado na série (eu tenho meio que uma birra com séries que tem 20 e poucos episódios por temporada) mas a ideia de uma série policial misturada com contos de fadas sempre me pareceu interessante.

Grimm é baseada na premissa de que as criaturas dos contos de fadas são reais, e são bastante perigosas. Afim de proteger o mundo dessas criaturas, existem os Grimm, uma longa linha de guardiões, que tem o dever de manter o equilíbrio entre os humanos e as criaturas. O protagonista da série, Nick Burkhardt, é um policial que descobre fazer parte dessa linhagem de Grimms. A série teve 6 temporadas, e a partir da segunda temporada, teve críticas bem positivas.

4 – Hanna

E finalmente, chegamos ao meu item favorito dessa lista. Hanna é um filme que eu realmente gostaria que mais pessoas conhecessem, não só por ser uma releitura bem original de um conto de fadas, mas também por ser um filme de ação que conta com uma protagonista e uma vilã mulheres. Não só isso, a estrela do filme é a Saiorse Ronan que realmente merece ser reconhecida como uma das melhores atrizes dessa nova geração de Hollywood, bem mais do que outras que recebe bem mais atenção que ela (mas não vamos citar nomes, não é?).

Hanna segue uma jovem que vive com o pai em uma zona selvagem da Finlândia. Hanna passou toda a sua vida isolada da sociedade, treinando com seu pai, um ex agente da CIA, em combate mão-a-mão e no uso de diversas armas. Aos 15 anos, Hanna é uma assassina competente e letal. Um dia, Hanna precisa colocar todo o seu treinamento em prática quando uma agente especial da CIA e seu time são despachados para matar o pai de Hanna, que sabe de um segredo que não pode ser divulgado para o grande público.

Vinicius Fagundes

23 anos. Formado em Publicidade e Propaganda. Viciado em histórias. Desconhecido mundialmente.

ver todos os artigos »



Deixe seu Comentário


Débora Costa

Débora Costa

Geminiana. Escritora de romances nas horas vagas, mas viciada em séries no dia a dia. Publicitária hiperativa de 9h às 18h. Tem Oasis em todas as suas trilhas sonoras literárias. Prefere o Goodreads ao Skoob. A maluca dos romances de época que ainda vai escrever um livro sobre viagem no tempo.

O que eu estou lendo?

O Príncipe Corvo
Elizabeth Hoyt

@laoliphantblog

Colaboradores

Vinicius Fagundes

ver todos os artigos »

Beatriz Kollenz

ver todos os artigos »

Paac Rodrigues

ver todos os artigos »

Editoras Parceiras

Compre com desconto

Assine nossa Newsletter

Últimos Vídeos