La Oliphant

La Oliphant

Lista

Os leitores indicam livros arrepiantes

Débora Costa
24 de outubro de 2016 24/10/2016 8 Comentários

black-week-post

Outubro demorou para passar, mas finalmente chegou a última semana do mês e com ela trazemos a tão esperada Black Week. Mas espera, você ainda não sabe do que se trata a Black Week? Calma que eu vou explicar todos os detalhes aterrorizantes desta empreitada que vai te deixar de cabelos em pé.

Black Week é um evento online organizado em parceria com os blogs Eu Insisto, Tem Que Ler e My Little Garden of Ideas onde nós vamos trazer para vocês, durante uma semana inteira, os conteúdos mais trevosos que a internet já viu. E para fechar a semana com chave de ouro, ainda teremos um mega sorteio de livros cedidos pelas editoras mais amorzinhos do mundo literário. Gostaram? Então segura minha mão suada de medo, e vamos lá.

NÃO ESQUEÇA DE PARTICIPAR DO NOSSO SORTEIO

Como vocês bem devem saber, eu não sou o ser humano mais assíduo na leitura de livros de thriller, terror, suspense etc. Isso porque não existe ninguém nesse mundo que tenha mais medo de assombração e serial killers do que eu. Pensando nisso, eu resolvi chamar os meus amiguinhos das trevas para me ajudarem nesse primeiro post e indicar para vocês aqueles mesmos livros que eles teimam que eu tenho que ler, mas não leio por puro medo mesmo.

Então se preparem porque vamos adentrar num universo literário perigoso, cheio de assassinos, fantasmas, serial killers e demônios. Você está preparado? Porque eu tô morrendo de medo.

Indicado pelo Vinícius – O Ilumidado, por Stephen King

“A história vai ficando cada vez mais sinistra, e você não sabe quem está ficando mais perturbado: o protagonista ou você.”

indicacao-do-vinicius

Danny Torrance não é um menino comum. É capaz de ouvir pensamentos e transportar-se no tempo. Danny é iluminado. Será uma maldição ou uma bênção? A resposta pode estar guardada na imponência assustadora do hotel Overlook.

Em O iluminado, quando Jack Torrance consegue o emprego de zelador no velho hotel, todos os problemas da família parecem estar solucionados. Não mais o desemprego e as noites de bebedeiras. Não mais o sofrimento da esposa, Wendy. Tranquilidade e ar puro para o pequeno Danny livrar-se das convulsões que assustam a família.

Só que o Overlook não é um hotel comum. O tempo esqueceu-se de enterrar velhos ódios e de cicatrizar antigas feridas, e espíritos malignos ainda residem nos corredores. O hotel é uma chaga aberta de ressentimento e desejo de vingança. É uma sentença de morte. E somente os poderes de Danny podem fazer frente à disseminação do mal.

Indicado pela Deborah – O Príncipe da Nevoa, por Carlos Ruiz Zafon

indicado-pela-deborah

“Apesar de não ser de terror me deu um medinho bem grande por ter um palhaço macabro e segredos antigos. É indicado como infanto juvenil, mas me assustou bastante.”

Em 1943, a família do jovem Max Carver muda para um vilarejo no litoral, por decisão do pai, um relojoeiro e inventor. Porém, a nova casa dos Carver está cercada de mistérios. Atrás do imóvel, Max descobre um jardim abandonado, contendo uma estranha estátua e símbolos desconhecidos.

Os novos moradores se sentem cada vez mais ansiosos: a irmã de Max, Alicia, tem sonhos perturbadores, enquanto ao outra irmã, Irina, ouve vozes que sussurram para ela de um velho armário. Com a ajuda de Roland, um novo amigo, Max também descobre os restos de um barco que afundou há muitos anos, numa terrível tempestade. Todos a bordo morreram na ocasião, menos um homem – um engenheiro que construiu o farol no fim da praia.

Enquanto os adolescentes exploram o naufrágio, investigam os mistérios e vivem um primeiro amor, um diabólico personagem surge na trama. Trata-se do Príncipe da Névoa, um ser capaz de conceder desejos a uma pessoa, ainda que, em troca, cobrasse um preço demasiadamente alto.

Indicado pela Marcela Fabreti – O Cemitério, por Stephan King

indicado-pela-marcela-fabreti

“Conseguiu me deixar BEM RUIM nas últimas 50 páginas. Acho que foi o único livro que me deixou com frio na barriga.”

Louis Creed, jovem médico de Chicago, acredita que encontrou seu lugar naquela pequena cidade do Maine. Uma casa boa, o trabalho na universidade, a felicidade da esposa e dos filhos. Num dos primeiros passeios para explorar a região, conhece um cemitério no bosque próximo à sua casa. Ali, gerações e gerações de crianças enterraram seus animais de estimação. Para além dos pequenos túmulos, onde letras infantis registram seu primeiro contato com a morte, há, no entanto, um outro cemitério.

Uma terra maligna que atrai pessoas com promessas sedutoras. Um universo dominado por forças estranhas capazes de tornar real o que sempre pareceu impossível. A princípio, Louis se diverte com as histórias fantasmagóricas do velho vizinho Crandall. Só aos poucos começa a perceber que o poder de sua ciência tem limites. Prepare-se para páginas de puro pavor. Em uma de suas mais terríveis histórias, Stephen King mostra como a dor e a loucura, muitas vezes, dividem a mesma estrada.

Indicado pela Fernanda Mesquita – O Vilarejo, por Rafael Montes

indicado-pela-fernanda-mesquita

“É um livro de contos sobre os sete pecados capitais. Eu já adoro essa temática e o livro ainda tem um misteriozinho em cada conto, além do fato de todos os contos serem interligados e você só vai descobrindo quando vai lendo, porque todos se passam neste mesmo vilarejo. É bem legal.”

Em 1589, o padre e demonologista Peter Binsfeld fez a ligação de cada um dos pecados capitais a um demônio, supostamente responsável por invocar o mal nas pessoas. É a partir daí que Raphael Montes cria sete histórias situadas em um vilarejo isolado, apresentando a lenta degradação dos moradores do lugar, e pouco a pouco o próprio vilarejo vai sendo dizimado, maculado pela neve e pela fome.

As histórias podem ser lidas em qualquer ordem, sem prejuízo de sua compreensão, mas se relacionam de maneira complexa, de modo que ao término da leitura as narrativas convergem para uma única e surpreendente conclusão.

Indicado pela Taina Psilva – Livros de Sangue, por Clive Barker

indicado-pela-taina-psilva

“Precisa mesmo escrever o motivo? O cara e o mestre do terror. Suas histórias são assustadoras uma das minhas favoritas foi o Trem de carne da meia noite.”

Primeiro livro da série de seis do mestre do terror britânico Clive Barker, apresenta 6 novelas excepcionais. O livro se inicia com “O Livro de Sangue”, onde uma investigadora de fenômenos paranormais supreende-se com o seu mais novo pupilo. O que ela não sabe é que o garoto é um charlatão e que suas trapaças vão despertar a ira dos mortos, obrigando-os a romper a tênue linha que nos separam deles.

Continua com “O Trem de Carne da Meia-Noite”, um excelente conto sobre um assassino que ataca suas vítimas nos metrôs de Nova Iorque, mutilando-as como gado. Um contador chamado Leon Kaufmann, há alguns meses na cidade, descobre por acaso o assassino e seus terríveis propósitos canibalescos. O ritmo de tensão é quebrado pela divertida estória “Yattering e Jack”, onde um demônio é convocado por Belzebu para atormentar um pacato e indiferente cidadão chamado Jack Pollo.

Indicado pela Paac Rodrigues –  Descanse Em Paz, Meu Amor, por Pedro Bandeira

indicado-pela-paac-rodrigues

“Você imagina o final, sabe que vai ser ruim, mas cada história ali te prende, te deixa curiosa e a certeza no final te deixa desolado.”

Aquela turma de amigos não poderia imaginar que a viagem tão esperada acabaria em tragédia. E a situação piora quando nem todos aceitam o sobrenatural e a irreversibilidade da morte.

black-week-assinatura

Débora Costa

Escritora melancólica nas horas vagas, publicitária hiperativa no dia a dia. Viciada em Oasis, uma eterna apaixonada por Beatles. Leitora compulsiva de livros de steampunk. Futura autora de um livro sobre viagem no tempo.

ver todos os artigos »



Deixe seu Comentário


Débora Costa

Débora Costa

Geminiana. Escritora de romances nas horas vagas, mas viciada em séries no dia a dia. Publicitária hiperativa de 9h às 18h. Tem Oasis em todas as suas trilhas sonoras literárias. Prefere o Goodreads ao Skoob. A maluca dos romances de época que ainda vai escrever um livro sobre viagem no tempo.

O que eu estou lendo?

O Último Adeus
Abbi Glines

Compre com desconto

@laoliphantblog

Colaboradores

Vinicius Fagundes

ver todos os artigos »

Beatriz Kollenz

ver todos os artigos »

Paac Rodrigues

ver todos os artigos »

Editoras Parceiras

Assine nossa Newsletter

Últimos Vídeos