Lançamentos 09fev • 2018

Nas águas do tempo: uma narrativa trágica com elementos de ficção

A imagem do mar está presente em todo o romance Nas águas do tempo, de Jason Gurley. Mas não é apenas o movimento das águas que parece significativo para ilustrar a história de uma família marcada por tragédias devastadoras, que deixam rastros por gerações.

A trama começa em 1962, em uma pequena cidade norte-americana banhada pelo Pacífico e marcada pelo frio e a chuva constantes. O mar é a casa de Eleanor e seu corpo sente o seu chamado a distância. A chuva carrega o seu cheiro. Nadar em suas águas é libertador e faz com que se conecte consigo mesma, livrando-se de amarras sociais. Mas a vida pode mudar completamente em segundos. Pequenas decisões trazem consequências devastadoras para toda a família.

Eleanor, sua filha Agnes e as netas gêmeas Esmerelda e Eleanor estão no centro desse romance, que dá saltos no tempo, mas sem nunca deixar o passado completamente para trás. O tempo é relativo, na história criada por Gurley, e Eleanor, a neta, descobre isso aos 14 anos, ao cruzar um portal e visitar outros mundos, ao cair em uma fenda que revela um tempo paralelo. Ela vai ter a oportunidade de, junto com seus parentes, curar os traumas do passado, trazer paz à família. Mas a tarefa não será fácil. Exigirá um enorme esforço físico e entrega ao desconhecido.

Jason Gurley combina uma narrativa tradicional trágica com elementos de ficção científica e fantasia.  Uma história comovente, que funciona em muitos níveis, e com um tremendo impacto emocional em suas páginas finais.

Gostou do lançamento? Então garanta o seu exemplar agora! AmazonLivraria Cultura

Débora Costa ver todos os artigos
Escritora melancólica nas horas vagas, publicitária hiperativa no dia a dia. Viciada em Oasis, uma eterna apaixonada por Beatles. Leitora compulsiva de livros de steampunk. Futura autora de um livro sobre viagem no tempo.

Posts relacionados

Comente com o Facebook

Comente pelo WordPress

10 Comentários

  • Daiane Araújo
    18 fev 2018

    Oi, Débora.

    O livro é um tanto quanto diferente, por girar em torno da água e ter como pano de fundo a ficção científica e fantasia!

  • Não conheço o autor e ainda não tinha ouvido falar do lançamento, mas a premissa me pareceu bastante interessante. Eu normalmente gosto da mistura de gêneros dentro dos enredos, acho que ela traz uma riqueza maior à história, bem como torna o livro mais complexo e envolvente. Além disso, a história me parece carregada de um teor emocional forte, e isso sempre me atrai em um livro. Vou ficar de olho nas resenhas e no livro!

  • Bianca Melo
    15 fev 2018

    Nunca li nada de Jason Gurley, mas estou completamente apaixonada por essa história (espero que tenha resenha aqui. Terá??). Amo ficção científica com toques de fantasia. E que capa!!!

  • Catarine Heiter
    13 fev 2018

    Gostei do estilo, gostei da capa, gostei da história… Mais um para a minha lista!
    Até agora estou amando os lançamentos deste ano e, mais ainda, poder ter um tempinho para acompanhar tudo pela blogosfera!

  • Vitória Pantiellý
    12 fev 2018

    Oi Débora!
    Mas um lançamento para esquentar o coração não é? Parece uma história emocionante, adorei o lançamento.
    Beijos

  • Michelli Prado
    10 fev 2018

    Achei super interessante a proposta do livro, ainda mais por se tratar de sentimentos e regressão no tempo.
    Espero saber mais sobre o livro em breve!

  • Olá Débora! Li mundos paralelos e já fiquei animada! Gostei bastante da premissa e já vai entrar na lista desse ano, beijos!

  • Sarah Augusto
    09 fev 2018

    Não foi um livro que me atraiu muito e também não conhecia ao autor, mas quando (se) você fazer um resenha eu decido! Não quero julgar antes da hora.

  • Alison de Jesus
    09 fev 2018

    Olá, é impossível não ficar curioso para ler a obra, ainda mais pelo fato da mesma possuir um universo rico e bem explorado pelo autor, que usa de questões temporais e consequências de decisões para compor sua trama. Beijos.

  • Lynn Prado
    09 fev 2018

    Que bacana!
    Parece ser uma leitura bem emocionante, cheia de fantasia.
    Fiquei curiosa para saber como Eleanor vai tentar curar os traumas do passado.
    Bjs

  • Siga o @laoliphantblogInstagram