Cinema 30mar • 2016

5 Adaptações Que Fracassaram

adaptacoes

Pra cada Crepúsculo, ou Jogos Vorazes, existem várias adaptações de livros pro cinema que não vingaram. Afinal de contas, nós fãs somos extremamente difíceis de agradar, não é? Queremos todas as cenas, todas as falas, exatamente da mesma forma que está no livro. E se o filme não sair perfeito, a gente sai reclamando em tudo quando é lugar.

Justiça seja feita, é muito complicado adaptar um livro pro cinema, já que são duas mídias completamente diferentes. O cinema sofre uma desvantagem, pois nos livros, nós estamos totalmente imersos na mente dos personagens, o que facilita muito na hora de transmitir os detalhes da história pra quem está lendo. Infelizmente, isso é bem mais difícil nos filmes, já que o cinema é uma mídia quase que inteiramente visual.

Mesmo assim, é decepcionante quando um livro que você gosta muito ganha uma adaptação cinematográfica que deixa a desejar. E como desgraça pouca é bobagem, eu achei que seria legal fazer um post listando alguns filmes baseados em livros que decepcionaram os fãs. Lembrando que gosto é uma coisa subjetiva, e o que não funciona pra mim, pode funcionar pra você. Se você gosta de alguns dos filmes dessa lista, ótimo!

Bom, vamos começar a lista, então:

1 – Eu Sou o Número Quatro

 adaptacoes1

De todos os filmes nessa lista, esse é o que eu menos desgosto. Baseado na série Os Legados de Lorien, de Pittacus Lore (pseudônimo coletivo de James Frey e Jobie Hughes), o filme conta a história de John Smith, um alienígena do planeta Lorien, que junto com oito outros jovens, é enviado para o planeta Terra para escapar da invasão e destruição de seu planeta natal, pelas mãos dos Mogadorianos.

O filme foi elogiado pelas cenas de ação e pelos efeitos especiais, mas foi bastante criticado pelo enredo clichê e pelas atuações medianas. Muitos críticos acharam que o plot de romance entre os personagens John e Sarah (interpretados por Alex Pettyfer e Dianna Agron) era desnecessário e parecido demais com o romance da Saga Crepúsculo. Por outro lado, a personagem Número Seis (Teresa Palmer) foi ressaltada como sendo a melhor parte do filme.

Eu acho que um segundo filme poderia ter sido melhor do que o primeiro, já que o segundo livro da série, O Poder dos Seis, é muito melhor do que o primeiro livro. Novos personagens interessantes são introduzidos e a Número Seis aparece bem mais. Na verdade, eu queria mesmo era uma spin-off só dela.

 

2 – Dezesseis Luas

adaptacoes2

Baseado no livro de mesmo nome, o primeiro da série Beautiful Creatures, das autoras Margaret Stohl e Kami Garcia, o filme retrata a história de amor de Ethan Wade e Lena Duchannes (Alden Ehrenreich e Alice Englert), um jovem mortal e uma conjuradora (Bruxa, né gente? Vamos direto ao ponto). O romance dos dois é ameaçado, no entanto, pelo fato de que, na noite de seu decimo sexto aniversário, Lena será invocada para luz ou para as trevas.

O filme contou com um elenco de respeito, com atores como Jeremy Irons, Viola Davis, Emmy Rossum e Emma Thompson. As atuações até foram bem recebidas, mas o filme foi criticado por não ser original suficiente, e por não se aprofundar o suficiente nos temas que propôs. O filme também foi vítima de comparações com a Saga Crepúsculo, porque parece que os críticos não conhecem nenhum outro livro que virou filme.

Eu até gostei do filme, principalmente as atuações dos protagonistas. O que me incomodou no filme foram as mudanças que foram feitas na historia. Eu sei que não tem como o filme ser fiel ao livro do começo ao fim, mas eu achei que as mudanças que foram feitas eram desnecessárias, principalmente em relação ao final do filme.

3 – Academia de Vampiros – O Beijo das Sombras

adaptacoes5

Academia de Vampiros – O Beijo das Sombras é inspirado na série Vampire Academy, de Richelle Mead. O filme, assim como o livro, é a história de Rose Hathaway (Zoey Deutch), uma Dhampir (meio-humana, meio-vampira) que treina para ser guardiã da princesa dos Moroi (vampiros pacíficos) Lissa Dragomir (Lucy Fry), que também é sua melhor amiga.

O filme foi criticado por várias coisas, incluindo as atuações, o roteiro e os efeitos especiais. Um ponto que foi mencionado pelos críticos é que o diretor Mark Waters, conhecido por dirigir filmes de comedia como Meninas Malvadas, se preocupou mais com o humor do filme e deixou o aspecto sobrenatural de lado. E novamente, foi comparado com Crepúsculo, afinal não existe nenhum outro livro sobre vampiros na história da humanidade.

Eu concordo com o que foi dito sobre o humor, mas achei que as cenas mais cômicas foram bem feitas. Eu curti bastante a atuação da Zoey Deutch, mas achei que o resto do elenco não foi memorável o suficiente. Também acho que os roteirista tentaram enfiar coisa demais da história, o que acaba atrapalhando quem não leu nenhum dos livros da série.

4 – Os Instrumentos Mortais – Cidade dos Ossos

adaptacoes4

Cassandra Clare realmente não dá sorte com adaptações. O livro conta a história de Clary Fray (Lily Collins) que, no seu aniversário de 16 anos conhece os Caçadores de Sombras Jace, Isabelle e Alec (Jamie Campbell Bower, Kevin Zegers e Jemima West) , descobre que faz é uma Nephilim, uma raça dedicada a caçar as criaturas do submundo.

O filme foi um fracasso de bilheteria e de crítica, sendo criticado pela história cliche, atuações medíocres e por depender demais dos efeitos especias. Em comparação com o livro, foi criticado por não transmitir o humor e o sarcasmo dos diálogos, principalmente nas falas do personagem Jace. O filme foi descrito por muitos como “Harry Potter +Buffy, a Caça Vampiros”.

Eu concordo com todas as críticas que li sobre o filme. O roteiro do filme é confuso, e não passa nada do que me atraiu nos livros. Seguindo o fracasso do filme, o estúdio cancelou os planos para uma continuação, e em vez disso, foi produzida uma série para a TV, que é tão ruim quanto o filme.

1 – Percy Jackson e os Olimpianos

adaptacoes3

Não podia ser outro, né? Baseado na série de Rick Riordan, Percy Jackson e os Olimpianos conta a história de Percy Jackson (óbvio), um adolescente que descobre ser filho do deus grego, Poseidon. Para evitar monstros que querem destruí-lo, Percy, interpretado por Logan Lerman, vai para o Acampamento Meio-Sangue, onde conhece outros meio sangues, como a filha de Atena, Annabeth (Alexandria Daddario).

O primeiro filme, Percy Jackson e o Ladrão de Raios, foi um fracasso de crítica, mas fez sucesso na bilheteria, tanto que ganhou uma continuação, Percy Jackson e o Mar de Monstros. Ambos os filmes foram criticados (até mesmo pelo próprio autor dos livros) por alterarem demais a história dos livros e por serem parecidos demais com os filmes da série Harry Potter. Em compensação, a performance de Logan Lerman como Percy foi elogiada.

Eu realmente detesto ambos os filmes. A história dos livros é completamente massacrada, e as alterações são ridículas. É uma pena porque o Logan fez um bom trabalho como Percy e seria interessante ver ele interpretando o papel em um filme com um roteiro melhor. Talvez em uma adaptação da série Percy Jackson e os Heróis do Olimpo.

Bom essa é a nossa lista. E vocês, qual adaptação para o cinema decepcionou vocês? Conta pra gente nos comentários!

Vinicius Fagundes ver todos os artigos
24 anos. Formado em Publicidade e Propaganda. Viciado em histórias. Desconhecido mundialmente.

Posts relacionados

Comente com o Facebook

Comente pelo WordPress

8 Comentários

  • NIZETE RIBEIRO
    05 abr 2016

    Eu amei “Eu Sou o Número Quatro” e “Percy Jackson e o Ladrão de Raios” mas, é aquilo, eu não devo ser a maioria, certo?
    Quanto aos demais filmes aqui presentados, concordo, não agradou nada.
    Abs
    Ni
    Cia doLeitor

  • Gabriela Erler Campos
    04 abr 2016

    Ei, tudo bem?
    Eu sou aquele tipo de pessoa bem tranquila com adaptações. Tento não comprar com o livro, porque sei como é complicado colocar tudo da história na tela. Se tiver a essência da história, pra mim está de bom tamanho. Não assisti e nem li nenhuma dessas histórias, mas realmente vi muitas críticas sobre eles.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

  • Daniela
    04 abr 2016

    Complicado escolher só 5 pra essa postagem… hahaha

    Cara, Percy Jackson realmente merece um posto de destaque, mas acho que faltou um Eragon aí! :p

  • Marina Garcia
    03 abr 2016

    Olá Vinicius! Preciso dizer que rever e ler sobre cada um desses filmes foi o mesmo que uma facada no coração rsrs… Pois não foram pouco os fiascos, Percy Jackson tinha tanta coisa boa e eles conseguiram deixar o filme tão blergh!
    Academia de Vampiros tinha tudo para dar certo, mas no final, foi somente outra adaptação a mais a não dar certo.
    Ainda tem chance de ter um filme somente da Número Seis? rsrs…

  • babimontec
    03 abr 2016

    “O filme também foi vítima de comparações com a Saga Crepúsculo, porque parece que os críticos não conhecem nenhum outro livro que virou filme.” HHAHAHAHAHA MORRI! Mas é verdade, nego só sabe criticar comparando com Crepúsculo. Já deu, né?

    Eu gostei do filme Eu sou o Número Quatro, apesar de que vi alguns detalhes que não me agradaram no filme eu fiquei com a sensação de que o livro seria MUITO melhor e acabei correndo atrás da série. Acho que eles poderiam dar continuação aos filmes e ir melhorando, já que o primeiro não foi tão desastroso quanto muitas outras adaptações que tem por aí. Como dos Instrumentos Mortais, por exemplo.

    Meu deus, que azar que a Cassandrona tem com adaptações, na moral. Chega a dar pena. Eu vi o filme e achei uma grande merda, aí vi que tinha muita gente elogiando a série e resolvi dar uma chance. PRA QUE?! Eu achei MUITO PIOR que o filme. Sabe aquela famosa frase “tentar consertar só piora”? Caiu como luva pra Cassandra.

    Eu cheguei a ver o filme Dezesseis Luas numa tarde sem nada pra fazer e achei ok. Mas também não li os livros pra conseguir comparar com alguma coisa. Já Academia de Vampiros eu ainda não vi o filme porque ainda não li os livros, que eu já tenho por aqui há alguns anos e ainda não li. Não me pergunte o porquê.

    E quanto ao Percy. Ai, ai, Percy, Percy. Eu fui com fogo devorar a série que, nossa, tirando o humor do Percy, eu achei a história toda uma grande porcaria, então nem quis saber dos filmes que TODO MUNDO que me falou que os livros eram maravilhosos me falaram que os filmes eram uma grande bosta. Agora, se eu já não curti os livros, imagina só o que eu acharia dos filmes, né? hahahha

    http://www.ummetroemeiodelivros.com

  • Maria Valéria
    03 abr 2016

    Eu sou o número 4 foi tão bostinha que desanimei completamente de conhecer a história pelo livro…
    já os demais, não assisti, mas justamente por me falarem que ficaram horrendos, principalmente o de Percy… =T
    uma pena que vez ou outra um diretor ‘caga’ no que poderia ser uma excelente adaptação…

  • Sandra
    02 abr 2016

    Hey, Vinícius!
    Menino, eu concordo com todos os exemplos citados por você, exceto por Eu Sou o Número Quatro, que eu não li e nem assisti.
    O resto realmente foi uma decepção, mas acho que o vencedor dessa lista é Dezesseis Luas. Que merda de filme foi aquele?
    O livro já não ajuda muito, aí eles vão e avacalham com o filme também… vá entender.

    Mas ainda bem que há algumas adaptações muito felizes! 😀

    Beijos!

    http://www.oblogdasan.com

  • Aléxia Oliveira
    01 abr 2016

    Instrumentos Mortais é um desastre por completo, seja pra cinema ou Tv (porque aquela série nunca me desceu e nem vai!), infelizmente eles não acham o tom certo!!!!!! Isso me deixa muito frustrada 🙁 Os livros são tão bons!

    Quanto ao resto, já vi o filme Dezesseis Luas e gostei bastante, mas nunca li o livro então não posso dar uma opinião fazendo essa comparação. O mesmo com Academia de Vampiros.

    E sim, não há nada mais frustrante do que você receber a noticia que aquele lindo incrivel vai sair no cinema, você aguardar ansiosamente por cada detalhe: escolha dos atores, da trilha sonora, o trailer (1, 2 e quantos mais o filme tiver!) e no fim ser uma droga e não ter valido a pena nem o ingresso que gastou no cinema. Momento desabafo hahaha. Beijooos!

  • Siga o @laoliphantblogInstagram