La Oliphant

La Oliphant

Tudo em: Literaría

Porque Gabriel Oak é seu novo amor literário.

Débora Costa
10 de novembro de 2017 10/11/2017 0 Comentários

Porque Gabriel Oak é seu novo amor literário.

Recentemente adaptado para um lindo drama estrelando Carey Mulling, Far From The Madding Crowd de Thomas Hardy, é a história menos deprimente do autor e também apresenta a protagonista mais complexa do mesmo em Bathsheba Everdene (sim, ela é tão legal que Suzanne Collins pegou o sobrenome dela emprestado para Katniss). Em vez de suportar uma série de batalhas letais inspiradas em reality shows, essa Everdene é uma mulher rica que se vê se tornando mais humilde pelas vidas dos fazendeiros com quem ela se envolve quando ela repentinamente vira chefe deles.

Ao longo do livro, nós conhecemos um dos homens mais apaixonantes da literatura na forma do Gabriel Oak. Ele ama Bathsheba imediatamente por sua independência feroz e vulnerabilidade escondida, mas, no estilo do Sr. Darcy de Orgulho e Preconceito, confessa o seu amor cedo demais e usando as palavras erradas. Como resultado, ela foge dele direto para os braços de basicamente o Sr. Wickham de Orgulho e Preconceito, aqui na forma do bigodudo e obviamente horrível Sargento Troy. Um terceiro pretendente logo aparece em cena também, mas em vez do alívio cómico do Sr. Collins de Orgulho e Preconceito, esse homem é Farmer Boldwood e ele se torna talvez a figura mais trágica em um livro muito muito trágico.


Precisamos falar de preço (de livro)

Débora Costa
16 de outubro de 2017 16/10/2017 0 Comentários

Precisamos falar de preço (de livro)

Carlos Andreazza, editor-executivo de ficção nacional e não-ficção da Record, publicou no domingo passado um artigo sobre os preços do livro no país. Leia aqui a versão sem cortes do texto, em que ele comenta os efeitos negativos para a indústria editorial da defasagem entre os custos e a inflação e o valor final do livro.

Nos últimos cinco anos, tudo no Brasil ficou mais caro. O preço do livro, não. Ao contrário: todos os custos aumentando, os insumos inflacionados, e, no entanto, as editoras ainda baixando os preços.


O grande vencedor do Nobel, Kazuo Ishiguro

11 de outubro de 2017 11/10/2017 3 Comentários

O grande vencedor do Nobel, Kazuo Ishiguro

Todo ano acompanho com expectativa o anúncio do Nobel de Literatura, cada ano que passa minha torcida pelo escritor japonês Haruki Murakami aumenta, nesse ano não foi diferente. Fiquei ligada nas redes sociais e quão grande não foi minha surpresa quando anunciaram um dos meus autores favoritos como o grande vencedor de 2017. Ninguém esperava que o ganhador fosse o Kazuo, nem eu nem os apostadores de Estolcomo.

Kazuo Ishiguro nasceu em Nagasaki em 1954 e se mudou para a Inglaterra aos seis anos de idade. Toda sua obra foi escrita e publicada em língua inglesa, seu prêmio foi como escritor britânico, sendo assim mínimas as influencias de sua origem nipônica. Kazuo também sempre foi apaixonado por música, na adolescência tentou seguir a carreira de músico e sem sucesso acabou decidindo migrar para a literatura. O mundo da música é um forte integrante da sua antologia de contos Noturnos, as histórias rodam a Europa seguindo diversos artistas e suas vidas boemias.


Como os livros da Sarah Dessen envelheceram junto comigo.

Débora Costa
26 de agosto de 2017 26/08/2017 0 Comentários

Como os livros da Sarah Dessen envelheceram junto comigo.

Eu formei minha opinião sobre o homem perfeito, imergindo nos livros de Sarah Dessen; Quando eu tinha 16 anos, eles pareciam ser a melhor maneira de acordar com um cara sensível, pensativo, um pouco lento para perceber que estão apaixonados, mas que eventualmente acabam tirando a heroína de sua concha e ajudando-a a experimentar mais na vida . Adorei esses livros sem nem mesmo uma pitada de ironia.

Eu brinco que livros como This Lullaby e The Truth About Forever são os motivos pelos quais eu não namorei no ensino médio; Naquela época, pensei que os meninos da minha vida iriam se transformar em heróis dedicados e gentis dos enredos de Dessen. Quando nunca o fizeram, mergulhei minha cabeça em mais livros.


Seria possível um vilão se redimir?

Débora Costa
10 de agosto de 2017 10/08/2017 5 Comentários

Seria possível um vilão se redimir?

Deixe-me fazer uma pergunta a todos vocês: um antagonista pode ser realmente redimido? Nessa mesma linha, ter um passado / educação trágico justifica, em última instância, ações do mal? Ou é um vilão só isso … um vilão?

{Eu serei a primeira a admitir que sou apaixonada uma boa história de redenção. Eu aprecio um personagem tomando consciência de todos os seus erros ao longo do caminho e tentando consertar suas ações que acabaram prejudicando outros de alguma forma. Mas, eu também posso perceber como há personagens que estão simplesmente além do ponto de perdão.


Porque eu não quero uma adaptação do meu livro favorito

Débora Costa
07 de agosto de 2017 07/08/2017 6 Comentários

Porque eu não quero uma adaptação do meu livro favorito

É uma verdade universalmente reconhecida que o livro é quase sempre melhor que o filme. Dito isso, às vezes eu fico pensando por que os fãs de um determinado livro ou série clamam por uma adaptação ssuas leituras favoritas – a menos que eles apenas desejam algo para criticar (o que eu certamente entendo e posso me relacionar). Pessoalmente, prefiro que os executivos do cinema não toquem meus livros amados.

Quando leio, quase sempre utilizo atores para visualizar os personagens, independentemente de se adequarem ou não à aparência física dos personagens conforme foi descrito no livro. Isso é em parte porque eu faço o que eu quero e em parte porque não tenho imaginação. Por exemplo, eu sempre imaginei Harry Dresden de The Dresden Files como o Jared Padalecki, e se alguém alguma vez adaptasse essa série para filme, provavelmente não o escolheriam para esse personagem porque, estranhamente, o universo não existe para me agradar.


Você conhece a melhor pior fanfic do mundo?

Vinicius Fagundes
31 de julho de 2017 31/07/2017 9 Comentários

Você conhece a melhor pior fanfic do mundo?

Se você assim como eu cresceu dentro do fandom de Harry Potter, você provavelmente passou muitas horas da sua vida lendo fanfics na internet. Eu já perdi a conta de quantas histórias eu li que colocam os personagens que eu cresci conhecendo em situações completamente diferentes. E isso é uma das coisas mais legais sobre fanfiction, o fato de que você pode mudar praticamente tudo sobre a história, mas os personagens você já conhece. O problema é que, vamos admitir, existe muita fanfic ruim por aí. E a ultima coisa que eu vou fazer é falar mal de fanfics ruins, afinal eu mesmo escrevi algumas. Mas a fanfic que eu trouxe pra apresentar hoje é provavelmente a pior coisa que eu já li na minha vida.

Mas eu estou me adiantando um pouco. Primeiro, vamos a uma breve explicação sobre fanfics. Pra quem não sabe, o fandom de Harry Potter meio que teve um boom de fanfiction por volta dos anos 2000 e 2003, entre o lançamento de Cálice de Fogo e Ordem da Fênix.. E como na maioria dos fandons, essas fanfics eram focadas em ships. Mas existe uma porção significativa do fandom que utilizou o universo Harry Potter pra explorar suas próprias ideias e histórias. Histórias que, excluindo os elementos emprestados das criações da Rowling, dariam ótimos livros originais (eu pessoalmente adoro a saga Alexandra Thorne, procurem). Inclusive, alguns autores que hoje são bem famosos começaram escrevendo fanfics de Harry Potter, como Cassandra Clare (que escreveu a famosa Draco Trilogy).


Débora Costa

Débora Costa

Geminiana. Escritora de romances nas horas vagas, mas viciada em séries no dia a dia. Publicitária hiperativa de 9h às 18h. Tem Oasis em todas as suas trilhas sonoras literárias. Prefere o Goodreads ao Skoob. A maluca dos romances de época que ainda vai escrever um livro sobre viagem no tempo.

O que eu estou lendo?

O Príncipe Corvo
Elizabeth Hoyt

@laoliphantblog

Colaboradores

Vinicius Fagundes

ver todos os artigos »

Beatriz Kollenz

ver todos os artigos »

Paac Rodrigues

ver todos os artigos »

Editoras Parceiras

Compre com desconto

Assine nossa Newsletter

Últimos Vídeos